Wednesday, November 05, 2008

(DES)ENCONTRO

Ia a passar
Estavas parado
O teu olhar
No meu rosto fixado
Um sorriso largo
Um avançar
Um comprimento vago
Um recuar
Continuar a andar
Não querer ver
No brilho do teu olhar
A doçura de me ver
Com um falso sorriso
Uma falsa confiança
No passo preciso
Que avança
No teu rosto
A desilusão
No meu
A inquietação
Que não transpareceu
Nem desapareceu
Continuar a andar
E em frente olhar
Sem vacilar
Nas costas sentir
O teu olhar queimar
Conseguir ouvir
A tua confusão
A minha confusão
Os mesmos sentimentos
Os mesmos pensamentos
E continuar a avançar
Sem parar
Sem amar
Sem te amar…

17 comments:

Cindy said...

Lindo!
Um beijo.

Noite said...

E por fim encontraram-se! :)
Bjs.

Mãe Raquel said...

Ai não sei se percebi.
Foi um amor não correspondido?

Bjs

Patrícia said...

:o)

Bjs

Filipa said...

Muito bonito :)

Bem Me Queres said...

Intenso!
Bjs nossos

Smas said...

Noite: Já nos tínhamos encontrado antes ;) mas não é quem estás a pensar, é outro amor.

Mãe Raquel: Foi um amor correspondido, mas que por vários motivos não podia ser.

Noite said...

Ah malandra, andaste a enganar-me este tempo todo! ;)

AB said...

Ilndo e intenso!
Beijinho

Sofia, Pedro e Joana said...

Que poema lindo!
Mil beijinhos gordinhos, Sofia,Pedro e Joana

Isabel said...

que bonito!!!
:)
bjs

N'linha said...

Um beijinho mto gde p vcs.
Já tenho saudades de saber das vossas novidades, mas voltei.
Beijocas

Vânia said...

Ja vou mais bem disposta para a ultima aula da semana! Muito bonito sem duvida. Muitos beijinhos =) *

Ana Guida said...

gostei :)

bjs*

sorrisos da minha alma said...

Tão lindo...
Bjs grandes

Sandra said...

Olá homónima:

Muito bonito!

Beijinhos e votos de um bom FDS!

Sandra (Clube da Conversa)

sandra said...

Adorei!!!
Muito!!!

Um beijo grande da tua homónima desaparecida...