Friday, September 08, 2006

ATERRAR EM MACAU!

O que está escrito a seguir vem na continuação de
A PONTA DO VÉU I
A PONTA DO VÉU II
A PONTA DO VÉU III
VIAGEM
E só assim faz sentido e fica enquadrado.


Deveria dizer aterrar em Hong Kong?
Afinal quando cá cheguei em Fevereiro de 1995
O aeroporto de Macau ainda estava em construção.

Depois da novidade de andar de avião
Do cansaço da viagem
Aterrar em Hong Kong foi uma aventura.
O aeroporto de Kai Tak (aeroporto antigo)
Ficava numa zona cheia de arranha céus
E os pilotos tinham de ser mesmo bons para não lhes acertar!

A aterragem foi perfeita, suave.
O avião aterrou quase uma hora antes da prevista.
Os passageiros (eu incluída) saíram.
Tentar perceber onde é que se ia buscar as malas
Como é que “aquilo” funcionava.

Um aeroporto muito movimentado.
Todas as indicações em inglês.
E chinês...
O meu inglês era péssimo!
Dois ou três anos no liceu
Um ano no British Council em que não aprendi nada...
Enfim, se fosse francês ...
Que eu falava quase como português
Em Paris julgaram-me emigrante de vários anos em França...

Naquela confusão de malas
E pessoas mal educadas
Consegui descobrir a minha mala
Humm, para primeira impressão
As coisas estavam a começar a correr mal.
O nervoso miudinho
Um nó no estômago
Estavam a deixar-me demasiado ansiosa.
Não havia telemóveis
Não sabia se o namorado já lá estaria...

Arranjar um carrinho
Colocar as malas
E seguir atrás de toda aquela multidão
Até à zona de chegadas.
Ouvia uma língua que não compreendia
E outra que não tinha a certeza se era inglês...

Zona de chegadas
Ninguém à minha espera.
Mil e um pensamentos passaram pela minha cabeça.
“Será que tinha saído no sítio certo?”.
“Que estupidez, não há outro sítio para sair!”.
“Vamos lá recapitular: será que ele não acreditou que eu vinha MESMO?”.
Depois de tantas recusas em vir para Macau aquele pensamento fazia todo o sentido.
O nervoso começou a aumentar.

Perguntei ao segurança do aeroporto (chinês),
No meu inglês rafeiro
Onde comprar um cartão para telefonar.
Pior foi a resposta.
Fiquei a olhar para ele a pensar:
“Isto não está a acontecer!”
Não percebia uma palavra do que ele estava a dizer.
Nem sabia em que língua ele me estava a responder.
Seria mesmo inglês?
Ou seria chinês?...

A minha atrapalhação notava-se
O segurança apontou algo
Parecia uma banca de jornais
Quando falei em telefonar
Passaram-me o telefone fixo.
Não percebia nada
Do que me estava a acontecer.
Cada vez mais confusa...
Descobri mais tarde
Que as chamadas locais não se pagam (tal como em Macau).
Quando consegui que percebessem que queria telefonar para Macau
Venderam-me (finalmente!) um cartão
E apontaram-me o elevador
As cabinas eram no andar de cima.
(Mas isto faz algum sentido???!!!)

Resignada
Lá me enfiei no elevador
Eu e o carrinho com as minhas malas
Que deviam conter chumbo
De tão pesadas que me pareciam/estavam.
Precisava telefonar!
As tentativas de ligar
Sem nunca o conseguir.
O desespero e alguém que me ajudou
(nem sei se foi homem, mulher ou se sonhei)
O telefonema para casa do namorado
A resposta num português/chinês
Que eu quase não entendia
A mãe dele: “J. hoi djó Hong Kong”
Claro que hoi djó não percebi
Mas J. e Hong Kong faziam sentido
A esperança de ter percebido bem
De ser verdade...

Voltar a encontrar o elevador
Para voltar a descer...
Uma aventura!
Aquele aeroporto era um mundo, enorme...
Eu perdida no aeroporto
E o tempo a passar...
Tinha aterrado cerca de uma hora mais cedo
Já se tinham passado duas horas
Começava a desesperar
E sentia-me a rebentar.
Pensava que tinha de chegar a Macau
Mas estava tão cansada...

Consegui descer
Novamente nas chegadas
A sala estava quase vazia.
Que diferença
Estava cheia quando saí
Já não via os encontros e reencontros
Os cartazes dos hotéis e serviços de pick up
O nome das pessoas escritos em cartão...
Apenas duas ou três pessoas sentadas
Pacientemente à espera.
E alguém com um ar aflito
A andar para trás e para a frente
Tão perdido quanto eu...
E o abraço.
E o que eu chorei naquele abraço!

62 comments:

bolacha said...

:)))))))))))
Entao pois.
Se chegas-te 1 hora mais cedo ele ainda nao tinha chegado ao aeroporto, nao é?

Realmente uma LINDA historia de AMOR.
Há poucas assim.

Beijos

Agora so ha mais 2ª feira??

Miduxe said...

ui! até fiquei com a lagrima no canto do olho...
Quanto ao que descreves quando dizes que querias outro menino,faço minhas as tuas palavras, sem tirar nem pôr!!!
bjs
bjs

Amores Perfeitos said...

oh´,´so 2ªf teremos mais?

acredito q devias estar confusa com aquilo tudo, quem n estaria..

beijinhos

Ana Guida said...

mas k gd confusao! feliz/ td acabou bem :) bjns*

Ludy said...

deixa ver se é desta...

Nocas said...

Sandra!!!Que linda história de amor... Fiquei completamente derretida!é bom saber que não existem só nos livros e filmes! Afinal ainda há princesas e principes!!!

Ludy said...

iupiiiii!!! tava dificil comentar!
Bem, que aflição! Estar num local onde ninguem te entende!...
E depois do abraço?? Segunda há mais :)?
Bjs e bom fim de semana

Anonymous said...

Até eu chorei, mesmo sem "abraço". E pensava eu que era aventureira. Que grande mulher que és tu.
Um beijinho.
Celia Rodrigues

guga said...

Que coragem, sim senhor. Estou ansiosa pelo resto.

bjs Sandra

Jane & Cia said...

Emociono-me sempre com estas coisas... ainda por cima esta história eu sei que acaba bem!!!

mulher elástica said...

Ufa, que sufoco deve ter sido, mas aquele abraço deve ter valido por todos os precalços.
Beijos incríveis

Anokax said...

Bemm que aflição!!!!!
Hummm imzagino a emoção do reencontro!
Jinhus continua continua :P

Tixa said...

E eu aqui feita parva com as lágrimas nos olhos, ufa deixaste-me emocionada, linda linda a vossa história, eu sabia que o teu principe ia aparecer no aeroporto mas imagino a tua aflição.
E vais contar o resto? como foi a adaptação ?
Bjs grandes e bfs

Nina said...

E as lágrimas caiem por estas bandas:)
Lindo! Fico à espera do que se segue!
Beijinhos, querida

Raquel said...

Que história tão bonita miga...
;)
É tão bom ter um amor assim.
Que continuem a ser muito felizes...
Beijocas

mãe tataruga said...

Bem, que sufoco!!!!Amei a parte final do post.
Beijinhos

carla said...

Que aflição rapariga...foi mesmo preciso teres muita coragem!!!

Beijocas

Sorrisos da minha Alma said...

Teus filhos vão se orgulhar muito mas muito da vossa história de amor.

NaRiZiNHo said...

Eu imagino a tua aflição, como te compreendo, eu e o aeroportos também não combinamos muito bem, ainda por cima numa terra com chinés ou japonés, que mulher de coragem. Mas valeu a pena ;) :-*

_+*A Elite in Paris*+_ said...

Quero que saibas que és a responsavel se ainda nao sai de casa, hahaha! estava a ler tudinho, de fio a pavio para nao perder uma gota :) e acabou BEM, mesmo BEM :)

mãe gabi said...

que linda historia!
estou a adorar!

SaraA said...

Ai que lindo! Parece que estou a ver um filme daqueles bem românticos! Beijos

docinho said...

Devias escrever um livro... ai que até eu estava ansiosa ; )))

beijinhos românticos

reborn said...

Terrível aflição, o que vale é que terminou tudo em bem :)))))))
Beijos fofos !

Anonymous said...

Querida Amiga!! Estou de volta das minhas férias e o que encontro? Uma linda história de amor (podias reduzir os capítulos??!? apesar de já conhecer o desfecho feliz, estou ansiosa por ler outros detalhes). Beijos para os 4 (estou a morrer de saudades das nossas "conversinhas"). Susana Ramos

Alexandra said...

Mais uma vez adorei o teu relato! Mas q grande aventura! Sabes q mais? Mesmo por amor, não sei se tinha coragem para fazer tudo o q fizeste!
Beijinhos
Alexandra

lila said...

Uma linda história de amor, é o que é! Parabéns!
beijinhos

Gabriela said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Gabriela said...

Amiga, que aventura e que coragem, deixa que te diga!
Tenho pavor a perder-me sozinha num local enorme cheio de gente que não me entende. A ti aconteceu um dos meus piores pesadelos!
Mas, o amor move montanhas, não é?
Bom fim-de-semana.
Beijocas
Gabriela

mama vera said...

Que começo lindooooooo.... e o beijo lindo, tambem foi acompanhdo de tradução chinoca??
:) É preciso ter coragem!!!!!
Muita coragem, para ires par um local assim tão longe e desconhecido por amor!!!!
E ainda dizem que o amor não é lindo!

Pensamentos Felizes said...

Mas que grande confusão :) mas no fim tudo está bem quando acaba bem não é?
O amor é tão lindo!!! e então um destes....
beijinhos
Cris

Ana said...

Estou ainda a recuperar da emoção :)

Beijocas ENORMES

cloinca said...

Ó rapariga... até eu ao ler-te senti a tua aflição!!
Fogo.. até fiquei com a lágrima no olho... piegas, é o que eu sou!
Uma história fantástica para daqui a uns anos contares aos teus filhotes... e que acaba com um happy end... num abraço muito forte e sentido!
Um beijo grande, enorme, daqui para aí!

Mel said...

Conseguiste deixar a malta todinha de lágrima ao canto do olho!!Incluindo eu :0)
Que lindo...E não, por favor...diz-me que não foste viver para casa da sogra...
Bjs

Piquinota said...

Bolas...deixaste-me a choramingar!:(
Ainda mais hoje... véspera de embarcar para o Japão!!

Mas digo-te, tiveste imensa coragem!! E realmente, se o amor não fosse forte não tinham conseguido!)

Jinhos

carla m. said...

A vossa historia dava um filme, com uma bonita historia de amor :)

Raquel said...

É tão lindo ler o que esreves...
um beijo enorme

ana e afonso said...

Nada melhor que o reencontro!!
Beijokitas boas

PaulaB said...

Bem Miga deve ter sido cá um aperto?!!?!? Uma Aflição?!?!?! Mas também um reencontro fabuloso!
Que história Linda!
Jinhos

Grilinha said...

Foi tão contagiante esta história que fiquei aflita quando disseste que não vias ninguém....que angústia meu Deus.....ainda bem que tudo acabou em bem....que felicidade!!! Beijinhos

Cláu said...

Ai, o reencontro sabe bem, não é?
Jokas

Tânia said...

Só de imaginar... Bem, que emoções fortes!

Manela said...

Lindo, lindo, lindo.
Que aventura!
Bjs

Maria said...

Grande aventura.....
Gostei imenso de ler o teu post.
Chorei.....

Bom fim de semana.

Beijinhos

Rita said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Rita said...

Olá Sandra.

Tenho tido tantotrabalho que não teenho tido tempo de vos visitar.

Como tal não sabia da história e para este post fazer sentido, tive de ler tudo desde o inicio.

Eu como sou uma romantica e adoro histórias de amor, achei a tua linda.

Vale sempre a pena lutar quando se ama e arriscar, mesmo sem certezas, pois por vezes nesse risco encontra-se a felicidade, não é?

Parabéns pela coragem.

Beijinhos e bom fds

rita

DIANA - MÃE DA MARIA said...

Estou presa à tua história. Simplesmente lindo o vosso amor...
bjs

vera said...

oi

o meu endereço sofreu uma pequena alteração:
www.blogs.portaljunior.com/vera_raquel

jocas
vera

Tânia by Cyprus said...

Pois é, estamos na mesma situação mas tu estás uns aninhos à minha frente (eu só agora estou a iniciar)!!! Corre tudo bem, as saudades é que apertam.
Costumo espreitar o teu blog devido a esta nossa cincidênciade estarmos longe. Continua a história!! Estou a gostar muito e a ficar curiosa. Bjs

Gina said...

:))

Mais, mais....

Beijos

rute28 said...

Liiiiindo!!!!
bjs

Diana said...

Realmente foi uma grande aventura :)

Mas deve ter saido muito bem, depois daquele tempo todo à espera, o abraço :)

Bijus grandes

Carla O. said...

E como troquei os comentários, aquele que queria fazer a este post ficou no anterior... Espreitas lá?
Beijinhos :)

Ah! O link continua ok.

Isabel (akombi) said...

que linda história, podias ser escritora adora a maneira como escreves.

jinhos

Bem Me Queres said...

Amiga, que aventura!
Bjs doces
Cláudia

helena said...

ai o que esse coraçãozinho deve ter batido...
beijocas

Miaua said...

Apesar de tudo o encontro, pelo que escreveste foi lindo!!
Fizeste-me relembrar os filmes românticos... Quando nós amamos é tudo tão lindo!!!

bjs

Caterina said...

Também eu me emocionei.
Foi preciso muita coragem e um grande amor

Rute&ZéAfonso said...

Es uma mulher de coragem...admiro a tua força´!A isto é que eu chamo lutar pelo amor...quem é que arriscaria tudo pra começar uma nova vida no outro lado do mundo???Só mesmo alguém muito corajoso!
Muitos parabéns pela linda familia que contruiste!

Jokinhas

Sonhamos Contigo said...

Sei tao bem o k dizes... cmg passou-se o mesmo... graças a Deus o meu ja estava a minha espera, mas o mesmo temor pelo desconhecido foi o mm k o teu...
Mas td correu bem, ne?

Jinhos e optima semana

dixubo said...

:)))) :)))) :))))
Hoje são só sorrisos porque é assim que eu fico à frt do computador ao ler estes teus post, esta tua história! :D

Lindo!
xinhus *****

Páginas escondidas said...

tenho uma lagrima no canto olho... :)
lindoo