Tuesday, September 26, 2006

UM DIA…

Ontem
De manhã tinha sono
Não queria levantar
“Não gosto de ir para a escola”
“Está bem, então ficas em casa com a empregada”
“A mamã vai trabalhar”
“NÃO”, já a levantar-se
Senta-se na cama a esfregar os olhos
Começo a despir o pijama
Reclama que não quer o uniforme da ginástica
Que outros meninos não levam
Concordo, vou buscar o outro uniforme
Aviso que depois tem de ficar na sala
E não pode ir fazer ginástica.
Não quer
Não quer ser diferente
E veste o uniforme da ginástica sem refilar
Casa de banho
Que os xixis na cama
Há muito que acabaram
Cara lavada
Penteado
Vai beber o leitinho
Não quer a caneca
Quer o biberão
Nem respondo
Vou à cozinha e despejo o leite
Biberão!
A tetina tem um furo onde ele enfia o dedo!
Leite bebido
Dentes escovados
Saimos de casa
Tem de ser ele a chamar o elevador
Tem de ser ele a marcar rés-do-chão
Tem de entrar no carro do lado da mana
Saltar por cima da cadeira dela
Para chegar à dele
Na escola lembro-me
Que não tem repelente de mosquitos
Primeiro dia
A deixá-los no recreio
Há vigilantes da escola por todo o lado
Fazer fila para entrar na sala
Mas o menino à frente dele
Sacode as mãos dele
Não quer que ponha as mão s nos ombros dele
E chora
Porque não quer ser diferente
Porque hoje a maneira de entrar na escola é diferente
E vai a chorar para dentro
Eu e o papá
Temos de nos registar na entrada
Precisamos de um cartão de visitante
Quando entramos
Vem a ajudante procurar-nos
Que ele está a chorar
Que tem saudades nossas
Explico que o outro não o deixou por as mãos
Penso que não percebe
Não responde
Entro na sala
Vejo-o a chorar
Ao colo da professora
Que lhe tenta ler um livro
Distraí-lo
Enquanto ele soluça
Atira-se para o meu colo
A chorar
Que queria ler um livro
Comigo
Explico só poder ficar um pouco
Que a mamã precisa trabalhar
Aceita
Vai buscar o livro
Sobre a vida dos animais
Já sabe o que lá está
Leio a história
Versão curta
Ele sabe que é assim
Quando a mamã não tem tempo
Acabo rápido
Despedimo-nos
O papá engana-se
Diz-lhe “Até amanhã”
Ele ri
Aproveito para brincar
E saímos
Ele fica a rir.

35 comments:

reborn said...

Os primeiros tempos são de adaptação :)) e o Daniel está apenas a entrar num mundo novo :)
Beijos fofos para ele e para ti :)

Noite said...

Ufffffffffff! Pelo menos ficou bem! É tão difícil quando acordam mal dispostos...

Iola said...

"A tetina tem um furo onde ele enfia o dedo!" ahahahah, eles arranjam cada mania! :)

Vai habituar-se num instante, aos amiguinhos, ás rotinas, e vocês ficam mais descansados.

Bjinhos,

Grilinha said...

Ai, ai...eu tb não gostei muito dos primeiros dias de escola...será que há quem tenha boas recordações? Se calhar há...mas eu adorava ficar coma a minha avó...era muito bom...e depois as obrigações não foram benvindas...mas chega uma altura que tem de ser...achamo-los sempre pequeninos para estas tristezas, não é? Beijocas

bolacha said...

Tadinho, era o sono.
Eu axo que aqui os pais nao podem entrar assim na escola :(

Beijokas

Miduxe said...

ai! custa tanto...
bjs e esperemos que a adaptação corra bem...

Jane & Cia said...

Aperta-me o peito de o pensar assim e é o teu não é o meu.
Estes são os tempos difíceis depois vai aperceber-se de como é bom estar ali!
Beijinhos

Patrícia M said...

Deve custar muito... Mas pelo que oiço, são só os primeiros dias!
Espero que se habitue rápido...

Ludy said...

Ai quando eles não querem facilitar as coisas...Custa tanto quando eles dizem que não :((
Não tarda ele vai gostar! O meu nino já começa a fazer menos fitas quando vamos lá deixá-lo e eu saio de lá tão mais feliz...
bjinhos para voçes

Sandra said...

Bem, este post podia ser escrito por mim hoje! O Rodrigo agora anda numa fase de birras...ou sono...ou tudo junto, sei lá! De manhã é um suplício e eu tenho de me controlar para não perder a paciência. Chego sempre 5-10 minutos depois das 9h00 ao trabalho e com os nervos à flôr da pele! Também tem de ser ele a fechar o cacifo do irmão, não quer as meias, quer o pai (que já está a trabalhar...).

É uma fase!...

Beijinhos

P.S. - Desculpa a extensão, precisava desabafar. ;-)

Sonhamos Contigo said...

Esses momentos devem doer tanto... quando eles nao kerem ficar, nos os vemos a chorar...
Imagino o apertozinho k sentiste no coraçao... mas, cm mulher admiravel k és, conseguiste ler-lhe o livrinho e deixa-lo a sorrir...
:D

Jinhos e obrigada por tudo

Carla Isabel said...

Amiga

Hoje foi dificil né?

Temos que manter a calma e descontração...e dar-lhes todo o apoio que possamos!!!!

Eu sei como é dificil deixa-lo na escola quando eles ficam de lágrima no olho!

Bjs

Carla

mulher elástica said...

Olá
~Também tenho dias assim, isto é, todos os dias... se não é um é o outro a fazer fitinhas.
O meu coração fica apertadinho, com vontade de os trazer comigo.
Mas não posso, dói tanto.
Beijos incríveis

mãe tataruga said...

Hoje o meu tambem não queria ficar... agarrava-se às minhas pernas, aproveitei um momento em que ele estava de costas para me vir embora mas sei que assim que deu pela minha falta começou a chorar.......

SaraA said...

Coitadinho!! Custa sempre, a nós e a eles. Beijinhos

Tânia said...

Ai...

SusanaMama said...

Tudo vai correr bem...eles têm uma enorme capacidade de adaptação. Muito superior à nossa...

Bjs

Nita said...

Nos dias que o meu fica a chorar entro no carro com um nó na garganta que dura até eu sair do trabalho...sou assim...prefiro muito mais quando fica a brincar, mas é raro!Depois venho espreitar como a tua bébé se adaptou...custa igual no 2º, não é?
bjinhs grandes

carla m. said...

Hoje foi bem complicado, hein?
Jokas grandes e calma... muita calma!

Paula said...

Ai os primeiros dias e ainda por cima colégio novo pois pois!Começou mal mas acabou bem e isso é o mais importante.

Beijinhos :o)

dixubo said...

Olá mamã Sandra!!! :))
Ando ausente mas acabei de colocar em dia a leitura do teu cantinho! :)
Vejo que a Amorinha já está quase a ir para a escolinha e, a ver pela experiência, gostou!!! :)) Vai ser uma brincadeira pegada estar com outros meninos, aposto que vai adorar!
Adorei o pormenor da tetina com um furo onde o Daniel enfia o dedo! Muito bom!!!! Aposto que estava cheio de soninho, e como ainda está em fase de habituação acordou mais sensível! Daqui a uns tempos habitua-se e passa a adorar ir brincar com os amigos! :D

beijokas *****

Ana Paula said...

Custa tanto o primeiro dia, mas passa, passa!
beijinhos

vera said...

olá

ohhh tadinho, tem dias que nem a nós apetece quanto mais a eles!!

jocas
vera

Rita said...

E nesses dias ficamos nós com o coração apertado durante o dia todo e a eles passa-lhes num instante. Mas ainda bem que assim é...
Beijocas

Nina said...

Vim, apenas, deixar-te um beijinho e dizer-te que tb tu fazes parte da minha vida. Hoje não leio os posts atrasados(incluive este), pq estou exausta e quero lê-los todos...cá voltarei logo que possa.
Xi coração

aQuel_amoR said...

Olá! Obrigada pela visita!
É perfeitamente natural que lhe tenha custado a separar-se de vocês, acho que seria mais estranho o contrário!
Beijinhos! Volta sempre!
Raquel

Gabriela said...

Epa, até fiquei cansada!
Um furo na tetina? livra!
beijocas
Gabriela

Anonymous said...

Realmente os primeiros dias sao bastantes dificil para os pais e filhos.
Imaginou a cabecinha dele a pensar que os pais vao deixa los com estranhos, mas depois passa e qualquer dia quando o fores busca loa escola nem quer ir para casa.
Beijocas
perdidosemafrica

Tânia by Cyprus said...

LoL acabei por me rir pela descrição tão real da tua manhã, praticamente senti-me em Macau. Nunca te tinha dito mas escreves mesmo bem! Fazes-me sentir aí! E claro que a adaptação vai correr bem, aliás pelo que leio por aí (dada a minha inexperiencia nesse campo), foi muito bom. Bjs

Scarlett said...

É só para deixar um olá. Os teus post deixam-se sempre bem disposta ou a pensar algo. Não me são de todo indiferente. Acho que tens uma vida muito rica.

DIANA - MÃE DA MARIA said...

É bem melhor quando eles ficam a rir.
bjs

Ana said...

Ainda bem que ele ficou a rir....é bem melhor assim!
Beijocas

Cláudia said...

Os miudos são um maximo!!!
Beijoca

Rute&ZéAfonso said...

Deve ser complicado o periodo de adaptação...esses primeiro dia devem ser os mais dificeis.

Mas vai correr tudo bem!


Obrigada pelo teu carinho...

Jokinhas

Amélia said...

É isso! O meu Benjamim também fala pouco junto de estranhos… até desemburrar… loolll. Tem um biberon personalizado, hein?
Ao ler o teu post penso que a “complementariadade de irmãos” faria bem ao Benjamim, tão carregado de Amor como está escrito. Por outro lado não me sinto preparada e o Benjamim está (ainda) muito ligado a mim. Vamos ver se ele fala no assunto lá mais pra frente, e logo se vê. No meu caso, bastou tocar no assunto. Foi muiiiito lá mais pra frente: tinha eu já doze anos… looolll.
Adorei ler-te.
Beijinhos