Tuesday, December 29, 2009

FIM… FIM DE BRINCADEIRA

(post demasiado longo…)

É com esta música que termina um dos espectáculos do grupo de patuá “Doci papiaçam” e é esta a expressão que me ocorre, agora que acabaram as férias de Natal na Malásia.

Foram uns dias bem passados sem preocupações de maior, só o que íamos comer nesse dia e em qual das piscinas íamos passar o dia ou se havíamos de fazer um passeio pelas redondezas.

O tempo em que estamos mais felizes é aquele que mais rapidamente nos foge enquanto que quando estamos tristes o tempo parece arrastar-se.

Saí de Macau mentalizada que a Malásia não é a Tailândia, pelo que as minhas expectativas eram baixas. Já estive na Malásia há muitos anos, nem me lembro quantos, antes de ter filhos, por isso há mais de 7 e não voltei porque não gostei muito.

Na altura fui a Kuala Lumpur e gostei de passear por lá e ver um país maioritariamente muçulmano, diferente daquilo que conhecia. Talvez gostar não seja a expressão mais adequada porque o facto de as mulheres terem tantas regras e limitações faz-me uma certa confusão.
Recordo-me de ir visitar a mesquita de Kuala Lumpur e ter de vestir uma bata até aos pés (não sei o nome oficial daquele tipo de roupa) e colocar um lenço na cabeça.

Fui também a Malaca, que já foi português e onde ainda há algumas pessoas que falam um português crioulo que se consegue perceber e que ficam felizes quando por lá aparecem portugueses. Uma cidade bonita e bem recuperada!

Ainda nessa primeira visita fui à ilha de Langkawi, para ir para a praia.
Recordo-me que não gostei nem da ilha nem da praia, cuja areia era grossa e não havia quase ninguém na praia.

A comida foi também na altura uma grande dor de cabeça e continuou a ser nesta viagem.

O destino escolhido desta vez foi Kota Kinabalu, Sabah não por ser Malásia, mas por ter voos directos de Macau. São cerca 3 horas de voo e estamos em Kota Kinabalu.
A escolha do hotel – Magellan Sutera – também teve a ver com a localização, relativamente perto da cidade e não muito longe do aeroporto. Sobre o hotel farei outro post para me lembrar de mais pormenores.

E, como infelizmente, não há férias em que não nos aconteça alguma coisa, desta vez não foi diferente.
Mas vamos ao resumo das férias:

Dia 19: Voo Macau – Kota Kinabalu, via Air Ásia que atrasou cerca de uma hora (atrasa sempre, o horário atrasado deveria ser o “normal”). Confirmado que o hotel fica a 5 minutos do aeroporto. O quarto desiludiu pois mais de metade era casa de banho e uma pequena varanda, colada à varanda do vizinho. As camas também não eram muito grandes e se quisesse colocar uma cama extra ficávamos sem espaço para andar.

Dia 20: Passámos o dia na piscina da Marina & Country Club Golf, que tinha uns escorregas que os miúdos adoraram e onde o boneco cortou o dedo grande do pé esquerdo.

Ao final do dia o treinador do boneco, também de férias em Kota Kinabalu mas noutro hotel (Shangri La Tanjung Aru) foi ter connosco para ele e a esposa ficarem a conhecer o nosso hotel. Levei-os a uma visita pelas várias piscinas do hotel, aliás o hotel Magellan tem uma piscina (1 para adultos com 1.40 m e uma para crianças 0.60 m), o Marina e country Club tem uma piscina olímpica (1.20 m a 1.80 m) e uma piscina (a dos escorregas) para crianças (0.90m) e o Pacific Sutera, outro hotel dentro do complexo Sutera Harbour, tem uma piscina só dividida em 3 partes: uma para crianças com 0.60 m, outra com 1.20 m e outra com 1.50 m.

Há ainda um parque infantil com um escorrega e baloiço (no Magellan) e há kids club (vi no Magellan e na Marina e Country Club) e é grátis se ficar lá com os miúdos. Se deixar os miúdos para eles tomarem conta tem de se pagar.
Depois fomos jantar à Waterfront, a um restaurante indiano muito bom e como o nosso grupo estava divertido com a amorinha a brincar com a mulher do treinador do boneco e minha amiga, D. e a fazer imenso barulho, apareceu um português a perguntar se éramos portugueses e se morávamos na Malásia. Conversa puxa conversa e descobrimos que ele é de Famalicão, mora no Brunei, tem duas meninas pequeninas de mistura (a mulher é chinesa) muito giras e andavam a dar a volta de carro a Sabah. O mundo é pequeno! Os portugueses estão em todo o lado!!!

Dia 21: Com o boneco “lesionado” e proibido pela farmacêutica de ir à piscina fomos passear para a Cidade: Centrepoint e Warisson Square (2 pequenos centros comerciais). Depois descobrimos onde havia um autocarro grátis para um centro comercial fora da cidade – 1Borneo e fomos esperar o autocarro. Esperámos quase uma hora devido ao engarrafamento infernal que estava. Ah, eu queria ir ao tal centro comercial porque dizia que tinha um aquário. Chegámos lá, perguntámos nas informações e fomos informados que ainda está em construção… Demos uma volta pelo centro, os bonecos brincaram num centro de diversões, visitámos uma imitação da “rainflorest” com cobras verdadeiras, incluindo algumas cobra piton bastante grandes, iguanas, esquilos e sapos.
Regressámos ao Waterfront para jantar, desta vez num restaurante italiano, Tuscanis que era uma porcaria e a comida era intragável!

Dia 22: Passámos o dia na piscina do Pacific Sutera e fomos jantar novamente ao indiano

Dia 23: Marcámos um tour através do Concierge do Magellan para o Kinabalu Park (adultos 190RM, crianças 150 RM, a amorinha não pagou), que começou logo às 7h da manhã.
Partimos em direcção às montanhas, numa viagem de cerca de 1h30m até um pequeno mercado onde se conseguia ver o Monte Kinabalu à distância. Dali continuámos para o Jardim Botânico, mais uns 30 minutos de autocarro, onde vimos a orquídea mais pequena do mundo, umas plantas que comem bichos e mais algumas orquídeas. O boneco andava sempre perto da guia para não perder pitada das explicações. Dali continuámos mais 1 h de autocarro até ao Kinabalu Park. Almoçámos num pequeno restaurante perto das “hot spring”, onde a comida era intragável.

Depois comprámos uns ponchos (mais pareciam uns sacos de plásticos) para a chuva que caía e pagámos 30 RM por adulto e 10 PM por criança (80 RM para os 4, cerca de MOP190.00, à volta de 2 euros) para ir ver a maior flor do mundo, a Raflésia, que tem 75 cm de diâmetro. Devido à chuva era um caminho enlameado horroroso, e quando cheguei perto da flor já nem tinha vontade de olhar para ela.

De seguida passámos pelas “hot springs” demasiado cheias de gente, quase sem espaço livre, apesar da chuva contínua, afinal estávamos na “rainflorest”.
Seguia-se uma subida montanha acima para atravessar uma ponte suspensa (“Canopy walk”). O papá ainda começou a subir com a amorinha ao colo, mas depressa desistiu e eu voltei com ela para a zona das “hot springs” para lavar os pés enlameados e as sandálias. Andámos a tirar umas fotos pois entretanto tinha parado de chover e pouco depois encontrámos o papá e o mano que estavam de regresso.

O papá com cara de preocupado disse-me que o filho tinha sido mordido por uma lagartixa no olho. Não percebi e ele mostrou-me o olho do boneco, ainda a sangrar embora menos que antes e o bicho que tinha embrulhado num papel, uma sanguessuga. Fique também preocupada, mas o boneco disse sempre que não lhe doía nem fazia impressão ou sentia nada de diferente. Perguntei também se via bem e ele disse que sim. O papá disse que a guia já tinha contactado com o médico que iria ao hotel ou podíamos nós ir à clínica, mas esperava-nos 3 horas de autocarro no regresso…
Achei que este passeio não valeu muito a pena, mas o boneco, mesmo com o que lhe aconteceu, adorou!

3 horas depois…
Chegámos ao hotel e fomos para o quarto esperar o médico que demorou cerca de 30 minutos a chegar. Era uma médica novinha e uma enfermeira que não pareceram muito preocupadas com o sucedido. A médica observou o olho e fez as mesmas perguntas que eu tinha feito e perguntou quanto tempo tinha estado a sangrar do olho, o que o papá informou que foram cerca de 30 minutos. Receitou Aumengtin (5 ml duas vezes por dia, antes do pequeno almoço e do jantar) e Paracetamol se tivesse febre (não teve). A nosso pedido receitou umas gotas para o olho. Ah, e cobrou 500 RM (cerca de MOP$1,200.00 equivalente a cerca de 120 euros).

Como o boneco esteve sempre bem disposto fomos jantar no restaurante italiano do nosso hotel, Al Fresco, onde comemos muito bem!!!

Dia 24: De manhã apanhámos o autocarro grátis do hotel para a cidade e estivemos no Centrepoint e no Warisson Square às compras para evitar que o boneco fosse à piscina.

À tarde fomos a um tour do “Wetland” (185 RM para adulto e 145RM para o boneco). Mais uma viagem de 2h30m, desta vez na direcção contrária para ir fazer um passeio de barco num pequeno rio para ver os macacos, 3 espécies, dizia o panfleto, mas eu só me lembro do nome do “Proboscis monkey”, que foi também aqueles que mais vimos. A amorinha adorou o passeio de barco e o boneco não perdia pitada da explicação da guia e já refilou como pai que não filmou as explicações até ao fim…

O passeio no rio é ao fim do dia, quando o sol se começa a pôr que é a hora a que os macacos sobem às árvores para se alimentarem (os “proboscis monkeys” só comem folhas, não podem comer açúcar, nem o das frutas por isso estes macacos não comem bananas). No regresso vimos os pirilampos que enfeitavam algumas árvores. Uma delas tinha bastantes e fazia lembrar uma árvore de Natal com as luzes a piscar. Este passeio tinha jantar incluído e estava à espera de ser intragável como o outro mas até era bastante comestível.
Achámos este passeio mais interessante que o do Parque Kinabalu (e não foi por causa da comida!).

Dia 25: Passámos o dia na Piscina do Pacific e fomos à cidade jantar, também num restaurante italiano, Fratini que fica no Warrison Square e onde a comida era comestível, embora nada de especial.

Dia 26: Mais um dia, ou devo dizer meio-dia passado na piscina do Pacific, era a piscina preferida dos bonecos (e minha também), mas por volta das duas da tarde começou a chover torrencialmente e não deu para ficar mais na piscina.
Fomos mais uma vez no autocarro do hotel até à cidade passear e fazer umas compras de comidas típicas para trazer para o pessoal do trabalho, no Warrison square e a amorinha comprou um vestido (que até é da Indonésia –Bali e não da Malásia) e o boneco umas T-shirts do Chelsea e do Arsenal, no Centrepoint.

Decidimos regressar ao hotel, ao Pacific (de táxi são 5 minutos e 10 RM) e jantar no Café Boleh. A comida era um buffet internacional. Devo dizer que a parte “internacional” consistia em rosbife, peito de pato e esparguete com mexilhão… Havia umas saladas de alcachofra, de queijo feta e de chocos, mas tudo o restante era comida local. A comida local não é proprioamente a nossa favorita pois é picante que eu não posso comer e os miúdos não comem e quase toda tem um molho espesso e meio viscoso que me faz alguma impressão. Não comem porco porque é sujo nem bife (o rosbife era uma rara excepção neste buffet) por causa da religião. Ah, o buffet custa 10 RM para adultos e as crianças não pagaram, embora lá informasse que pagavam metade do preço a partir dos 5 anos (acho).

Dia 27: Fim de férias, mas ainda deu para estar um bocadinho na piscina do Magellan e na piscina da Marina e Country Club. Depois foi tomar um duche e ir para o aeroporto. O avião atrasou cerca de meia hora e encontrámos algumas pessoas de Macau que ficaram instaladas no Nexus resort que tem praia mas é a cerca de 45 m do aeroporto e a uns 30 m da cidade.

Foram umas férias bem passadas num local perto de Macau e onde me parece que sou capaz de regressar.

NATAL: 19~27/12/2009

Saturday, December 26, 2009

TSUNAMI: 5 ANOS

(post programado. Imagens retiradas da net)

Há coisas que nunca se esquecem, acontecimentos que mudam a nossa vida para sempre.
Para mim, este foi um deles – o tsunami em Phuket, Tailândia.
Aprendi a dar mais valor à vida, “aprendi” a recear o mar (não consigo estar descansada numa praia, estou sempre a inspeccionar o horizonte, à procura de algum sinal, alguma linha de espuma, alguma onda estranha, a confiar nos instintos das crianças (o meu boneco bem que não queria estar na praia nesse ano…)
Passaram 5 anos…
Hei-de recordar sempre!
Aqui fica a singela homenagem aqueles que perderam a vida, aqueles que perderam entes queridos, aqueles que perderam tudo e que têm vindo a recuperar o possível.

Friday, December 18, 2009

FELIZ NATAL

Estamos de partida para paragens mais quentes (desta vez não é Tailândia, é Malásia, masi precisamente Kota Kinabalu) onde pasaremos o Natal.
Regressamos no dia 28 ao trabalho.
Desejo a todos (os poucos) que aqui passam um Feliz Natal!



Wednesday, December 16, 2009

ACTUALIZAÇÃO

Sei que o trabalho é um cliché para não actualizar o blog, mas é um pouco o que tem acontecido.
Trabalho no escritório, algumas arrumações em casa com escolhas de roupas que já não servem, escolha de roupas para levar de férias que já espreitam e alguma preguiça à mistura.

Estamos todos bem e é o que interessa.
A minha dor continua por cá, uns dias mais outro menos notória, mas está cá sempre.
No próximo mês vou ver o que é isto!

Sábado de manhã foi a festa de Natal da escolinha da minha filha. Ela era uma das dançarinas e tinha o aviso para estar lá às 8:30 da manhã pois eram dos primeiros a actuar e não se podiam atrasar!
Chegámos cedo, levámo-la à professora e fomos para o auditório.
Os meninos do ano dela alinhados e começaram a cantar uma música (já não sei qual era…), depois foi uma dança em que ela não participou, Rock around the Christmas Tree e depois foi a dança dela e ela estava na primeira fila, com o seu par. Eram os únicos da primeira fila, depois havia mais duas filas.
A minha amorinha dançou o tempo todo muito concentrada e com os olhos fixos na professora que cá de baixo dava instruções da coreografia para o palco. Algumas pessoas disseram-me depois aquilo que eu também achei, mas eu sou suspeita…, que ela tinha dançado muito bem!
Caiu uma das pulseiras que ela tinha na mão, feita com fitas da árvore de Natal, mas ela nem se mexeu, continuou a dançar. A verdadeira artista não se atrapalha. Eh eh eh
E estava tão feliz a minha menina!
Posted by Picasa
Imagem retirada do site da escola

Depois fomos até Macau e vimos ainda um pouco do treino dos paraquedistas.

À noite fomos jantar à Torre de Macau, lá em cima no restaurante panorâmico 360º que conta com a presença de Chefes de cozinha do restaurante Tromba Rija de Portugal.
Eu e a amorinha nunca tínhamos ido lá acima à Torre, pois à parte de baixo onde está o Toys’R’Us já fomos imensas vezes.
A companhia da madrinha do meu boneco com o marido e a filha foi bastante agradável, mas a comida não achei nada de especial. Já para não falar que eu não gosto muito de alturas e aquilo equivale ao andar 60 e o chão mexe e faz-me confusão à cabeça.
Claro que o boneco e a amorinha adoraram!!!


Imagem daqui

Domingo foi um dia muito calmo, com passeio pelo jardim e muita brincadeira e mimo à mistura.

Segunda-feira a fada dos dentes voltou a atacar o boneco, desta vez foi o incisivo lateral superior esquerdo. Agora tem os dois incisivos superiores e um buraco de cada lado.

Imagem retirada da net

Friday, December 11, 2009

MAIS UMA CRISE

Ontem levantei-me bem disposta, sem dores de maior, o que é um feito!
Despachei-me, despachei os miúdos e levei-os à escola.
Chegada ao escritório fiz uma torrada e sentei-me à secretária a ler os emails e a comer a torrada. Ao fim de meia torrada estava com tantas dores na barriga do lado esquerdo, em baixo, que desisti de comer. Pondo a mão em cima e carregando com força a dor aliviava, mas não desaparecia.
Por volta das 9h30 da manhã telefonei ao marido e fui as urgências do hospital.
Toda a gente, desde médicos a enfermeiros muito simpáticos, até estranhei…
Como estava com muitas dores e toda torcida fui logo chamada e o médico esteva a apalpar a barriga, a ver o historial e disse que poderia ser diverticulite mas que eu não tenho febre então não é grave.
A diverticulite é uma inflamação que acontece, na maioria das vezes, no final do intestino grosso, numa de suas porções conhecidas como cólon sigmóide, que se situa pouco antes do reto.
Fiquei a soro até perto das 13h e levei logo 2 ou 3 injecções para acalmar as dores, depois o médico amigo a quem enviei mensagem passou para me ver e esteve a observar-me e a fazer perguntas sobre a alimentação para tentar perceber o que causa estas crises.
Continuo a ter de esperar pela consulta de gastroenterologia (a 7 de Janeiro) para ver o que eles dizem e segundo o médico chinês que me atendeu inicialmente (muito simpático também) é provável que me vão pedir uma endoscopia e uma colonoscopia.
Quando o médico amigo apalpou a barriga pressionava e retirava a mão de repente e não percebi a razão, mas acabei de descobrir aqui “Durante o exame de apalpação, pode aparecer também aquilo que, em linguagem médica, chamamos de mecanismo de defesa e que se caracteriza pelo aumento da dor quando se retira a mão bruscamente depois de pressionar o abdômen. Essa dor pode ser sinal de irritação do peritônio, membrana que reveste internamente a cavidade abdominal." A minha dor não piora quando retira a mão.

Depois fui para casa, tomei os medicamentos e fiquei deitada a tarde toda porque estava muito tonta e enjoada (efeito das injecções que levei).
À noite “arrastei-me” para o concerto de Natal do boneco. Ainda lhe disse que não conseguia ir, que estava muito tonta e tinha estado a vomitar, mas não resultou. Começou logo a chorar que queria a mamã no concerto e não tive coragem de o deixar ir a chorar. Fui, sentei-me muito quietinha e fiquei à espera do concerto acabar e até foi rápido, menos de uma hora. Mas acho que estava com tão mau aspecto que toda a gente me dizia que eu tinha uma cara muito cansada…

Hoje, bastante tonta, arrastei-me para o trabalho porque tenho umas coisas urgentes para fazer para o Chefe dizer para eu gozar o único dia de férias que eu queria passar para o ano por motivos de serviço. Vale a pena o esforço!

Monday, December 07, 2009

QUASE FERIADO

BONECO
No final do mês passado vieram as notas do boneco da escola. A sua melhor nota foi mandarim, a única que ele estuda e que se esforça pois é a disciplina a que tem mais dificuldade. Parece que valeu o esforço pois foi o único A+ que teve. De resto teve A a tudo, excepto Arte onde só conseguiu B. Para quem queria ser artista as perspectivas não se afiguram muito boas :)
Uma nota a dizer que o nível de leitura dele está muito acima do nível de leitura de um aluno do segundo ano da primária (ele adora ler, sai à mãe!… baba, muita baba!...)
Vinham também duas advertências de duas professoras, uma a dizer que ele fala por cima dos outros, não espera a vez dele e outra que diz que ele gosta de ter público e de entreter os colegas…
Oooops, para quem antes não gostava de falar…
Na reunião com a professora ela disse que já falou com ele e agora ele deixa os outros responderem e que já fala menos. Diz que ele é muito rápido a fazer as coisas e que lhe dá imenso trabalho. Disse que enquanto ele faz 3 fichas de matemática, com tudo certo, os outros fazem uma. It runs in the family :) Pai e mãe da área de matemática…


ÁRVORE DE NATAL
Na passada quinta-feira consegui finalmente comprar uma nova árvore de Natal, 14 anos depois de ter comprado a minha primeira árvore de Natal artificial. Não gosto de árvores de Natal artificiais, mas aqui as naturais são muito caras e muito grandes. Lembro-me que em pequenina ia aos pinhais das redondezas do sítio onde morava com o meu avô que levava um pequeno machado e cortava aqueles pinheiros pequeninos que nasciam no meio dos pinheiros grandes ou até por vezes no meio da vinha. Adorava esses momentos! Saudades!
Sexta-feira foi dia de montar e decorar a árvore. Uma excitação! Os dois encavalitados no sofá a tentar não cair e a tentar colocar bolas, pinhas, sinos e estrelas na árvore. A amorinha colocava vários enfeites no mesmo galho, o que estivesse mais perto dela :)
No fim apenas ajeitei um pouco, mas a decoração é essencialmente deles.
As luzes antigas não chegavam para a nova árvore e ficou sem iluminação até ontem quando finalmente conseguimos comprar luzes coloridas com o fio em verde e com música que está quase sempre desligada.
Comprámos também uma estrela maior para o topo da árvore que não chegou inteira a casa e que o papá colou para hoje a colocarmos no topo da árvore. O boneco quer ser ele a por, espero que a árvore não venha parar ao chão.
O boneco também está preocupado que a árvore está preparada há tantos dias mas ainda não tem prendas…
Falando em prendas, ontem conseguimos comprar algumas, a caneta para “ler” e os livros para a mesma, para a mana


Imagem daqui


e um carrinho de compras da Minnie,


Imagem daqui

também para a mana e um jipe telecomandado para o boneco. Já há uma bola do Rubrick
Imagem retirada da net

para o Pai Natal lhe oferecer na Malásia e vou comprar uma boneca da Moranguito para o Pai Natal oferecer à amorinha.

E, amanhã é feriado mas os putos têm aulas...





Imagem retirada da net

Monday, November 30, 2009

PASSOU

Felizmente parece que já passou.
Agora perguntem lá qual a primeira coisa que ele comeu e não vomitou? Estrelinhas! Aqueles cereais cobertos de mel que a irmã estava a comer e que ele me pediu e eu lhe dei a pensar que não ia ficar… mas ficou.
Mais tarde o jantar eram uns deliciosos canelones recheados com espinafre e ricota e ele também quis… Dei-lhe apenas a massa sem o recheio e ele quis queijo mozzarella também… Mais uma vez deixei-o comer, sempre com medo do que ia acontecer a seguir, mas a relembrar as palavras do pediatra dele para lhe dar aquilo que ele lhe apetecesse porque as crianças nestas situações sabem o que devem e o que não devem comer…
Não vomitou mais.


Passou o fim-de-semana muito bem, tirando uma ligeira dor de cabeça que acho que deve ser da tosse e do ranho…

Na sexta-feira à noite caiu o dente, o segundo em cima do lado esquerdo (incisivo superior lateral esquerdo), ao lado da favola que já nasceu há imenso tempo e está enorme! E a fada deixou-lhe MOP50.00 (menos de 5 euros) e ele fez uma festa. Perguntei-lhe se tinha visto a fada (esteve acordado das 2 às 4 da manhã) e ele respondeu com uma pergunta: "Foste tu, não foste mamã?". Acho que está a deixar de acreditar em fadas, aliás, acho que nunca acreditou muito...

Imagem retirada da net


Sábado já foi a uma festinha de aniversário, mas não comeu “porcarias” e quis ir ao treino do hóquei em patins…

Domingo foi dia de cortar o cabelo, o boneco e a amorinha que tão pequenina já tem o cabelo espigado... Será da piscina?


Depois, enquanto o papá ficou a cortar o cabelo fui com eles ao jardim.

Depois fomos à Feira de Gastronomia, último dia e a amorinha ganhou um “jumbo prize”, um urso polar quase do tamanho dela, por 10 MOP (menos de um euro). E que feliz que ela estava!!! Imagem daqui

Esta manhã, depois de beber o leite o boneco vomitou outra vez, mas parece que foi só o leite que lhe caiu mal… Já chegou da escola e a única má notícia foi que perdeu o novo casaco do uniforme que lhe comprei no sábado… Já é o segundo este ano! Aceitam-se sugestões para que não perca mais casacos… Ah, e queixou-se que lhe dói a cabeça…

Friday, November 27, 2009

BONECO DOENTE

Imagem daqui


Como se ainda não me chegasse de doenças, hoje o boneco acordou a vomitar.
Pediu leite, mas pouco depois de o beber voltou a vomitar.


Fui com ele às urgências do Centro de Saúde, disse que ele estava a vomitar e mandaram aguardar. Um enfermeiro veio ver a febre e perguntar o que ele tinha. Voltei a dizer que estava a vomitar e tinha o nariz entupido. Assim que ouviu estas últimas palavras disse-me logo para ir com ele e mandou-me para as consultas da gripe...


Nas consultas da gripe, no outro extremo do Centro de Saúde, havia uma pessoa à espera e o médico ainda não tinha chegado. O enfermeiro mediu a febre, 36.9 C e pesou-o, 34 kgs vestido e calçado. E mandou-nos esperar.


Pouco depois chegou o médico, por acaso muito atencioso mas pouco falador, embora com um bom domínio da língua inglesa, o que nem sempre acontece.


Perguntou o que ele tinha. Disse que estava a vomitar, teve diarreia uma vez e nariz entupido. Auscultou-o, viu a garganta e receitou-lhe uns medicamentos. Um para o nariz entupido, outro para a diarreia, outro para evitar vomitar, que até agora, são quase 15h ainda não funcionou e as duas vezes que o tomou vomitou o próprio medicamento... e um outro medicamento, Aero-OM para o ar no estômago.


Ia dar atestado ao boneco, mas eu disse que ele hoje não precisava porque era feriado na escola dele e perguntou se eu precisava, pelo que estou em casa de enfermeira do boneco.


Já tentei dar-lhe canja que vomitou de seguida. Entretanto cozi arroz e água e tentei dar mas também não funcionou. Tem estado a beber água com glicose em pequenos golos e dormitou um pouco.
Não tem quase febre e a diarreia também não voltou mais. o problema dele é vomitar.
Queixa-se que lhe dói a cabeça do lado direito e a barriga (mas aponta para o estômago).


Que belo dia de férias da escola!

Thursday, November 26, 2009

URGÊNCIAS

Ainda no capítulo da saúde em Macau (que continua doente)…

Terça-feira fui às urgências do hospital Conde de S.Januário, o único hospital público em Macau que tem uma população de cerca de 500 mil habitantes…
O hospital está “a rebentar pelas costuras”. A populácão vai crescendo e este hospital, que já foi exemplo para outros países continua igual…

Cheguei às 10h32m e inscrevi-me nas urgências. Entrei na sala de espera (deram-me logo uma máscara para colocar na cara) e verifiquei no monitor que havia 49 pessoas registadas pelo que deduzi que eu fosse o número 49…
Cerca de 30 minutos depois fui chamada para a primeira triagem, em que me foi medida a temperatura e em que uma das enfermeiras comentou com a outra (em chinês) que eu já tinha ido várias vezes às urgências. Mandaram-me esperar novamente.

Às 11h50m, quando já pensava que se tinham esquecido de mim…, fui chamada para a segunda triagem onde me mediram a tensão e me perguntaram do que me queixava. Expliquei que tinha desmaiado com uma dor na barriga do lado esquerdo no dia 28 e que desde aí a dor nunca desaparecera. Perguntou-me logo a data do último período e se estava grávida.
Mandou-me novamente esperar.

Como tinha falado com um médico amigo que sabia que eu estava lá fui chamada a seguir (caso contrário palpita-me que passariam mais umas duas horas de espera e ainda não teria sido atendida…) e contei-lhe novamente a história toda…
Palpou os sítios que me doem e pediu uma análise à urina para descartar a hipótese de infecção urinária e um scan (TAC?) ao peito e outro à barriga e informou-me que mesmo sendo urgente poderia ter de fazer no dia seguinte e se fosse no mesmo dia deveria ter de esperar várias horas… Não podia comer nada (tinha tomado o pequeno almoço por voltas das 9 horas da manhã).
Análise da urina feita, colocaram-me uma agulha espetada na mão e mandaram-me para a sala de espera (eram umas 13 horas).

Às 15h35m chamaram-me para beber um líquido horroroso com sabor a laranja, que eu detesto e mandaram-me novamente esperar na sala de espera das urgências (fiquei a saber depois de fazer o scan que aquele liquido serve para relaxar os músculos dos intestinos e se toma 2 horas antes de fazer o referido scan…).

Por volta das 17h30m chamaram-me e entrei mas lá dentro mandaram-me esperar. Soube que tinham ido perguntar por mim ao médico que disse que eu estava lá fora na sala de espera.

Quando entrei estava lá mais um médico que também conheço e que foi quem acabou por me levar para fazer o scan uma vez que a enfermeira me pediu para esperar lá dentro (médicos e enfermeiras também não têm “mãos a medir” e nem sabem para que lado se devem virar).
No scan tive de tirar a roupa toda, excepto cuecas e vestir uma bata cheia de fitinhas para atar. Ora fazer isto com a agulha espetada na mão esquerda há várias horas e que já me estava a magoar demorou um pouco…
Depois de deitada na máquina do scan tiraram algum sangue (e na mão dói imenso!). A seguir verificam a posição da pessoa, se está bem posicionada (eu estava deitada com os pés para a entrada do "buraco"do scan.
E depois informam que vai ser injectado um líquido para contraste com pressão, através da agulha espetada na mão e que dói um pouco, para me preparar que vai doer… preparar eu preparei-me, mas dói muito mais do que o que eu já estava à espera que doesse e até gritei.
Depois é preciso suster a respiração alguns segundos, consoante as instruções dadas, voltar a respirar e voltar a conter a respiração, enquanto se “anda” para trás e para a frente na máquina…
Acho que o procedimento todo não deve ter demorado mais de 15 minutos e tirando o facto de doer a injectar o líquido do contraste porque é sob pressão, o resto é completamento indolor.

Como foi o médico que me levou a fazer o scan e voltou para o trabalho dele tive de descer às urgências sozinha e encontrei uma médica amiga que me perguntou o que andava ali a fazer. Breve história e desejos de melhoras…

Chegada às urgências procurei o médico amigo que estava a consultar outro doente e esperei.
Entretanto o marido chegou, eram umas 18 horas e um pouco depois fui atendida.

Os scans não mostraram nada (ainda bem!) pelo que não é nada de mais grave.
O médico disse-me que rins, pâncreas, pulmões está tudo bem e que não vê nada especial. A análise à urina também está mais ou menos normal, apesar de um pouco ácida e recomendou-me que com mais vitamina C (o Redoxon) ou então beber cranberry juice (o que já costumo fazer) mas que não é infecção urinária.

Como não vê nada especial então marcou-me uma consulta de urgência de Gastroenterologia para dia 7 de Janeiro (imaginem se não fosse urgente) e receitou-me uns medicamentos que não escondem nada e que ajudam os gases a desaparecer porque se for dor por causa dos gases são terríveis (palavras do médico).

Para meu registo os medicamentos são Shin Biofermin Tab para tomar 1 antes de cada uma das 3 refeições. Pankreoflat Comp Ver (172mg + 80mg) e Dicetel comp 50 mg, ambos para tomar durante as refeições e Gasteel 40mg tab para tomar depois das refeições.
Pedi também atestado para o dia que passei no hospital e o atestado foi passado às 18h45m (hora que terminou a consulta) e deu-me também o dia seguinte para descansar.

Imagens daqui







Monday, November 23, 2009

GRANDE PRÉMIO DE MACAU

O boneco adora o Grande Prémio!
O tempo que antecede o Grande Prémio é de grande excitação pela antecipação do mesmo.
Faz o circuito do Grande Prémio de Macau no computador e sente a emoção de tentar controlar um carro de corridas neste circuito tão complicado de 6.2 Km.
E pergunta imensas vezes se vai ou não ao Grande Prémio.
O ano passado foi a primeira vez e adorou!
Este ano, até sexta-feira não tinha bilhetes.
Ninguém ofereceu e tinha decidido que só compraria "em cima da hora" porque nunca esgotam.
Mas, na sexta-feira, no programa da manhã da rádio fizeram um passatempo em que era preciso responder a umas perguntas para se ganhar dois bilhetes para o Grande Prémio.
As primeiras duas perguntas logo de manhã estava a levar os filhotes à escola e não sabia as respostas.
A terceira e última pergunta foi já depois das 10h da manhã, em que já tinha lido as notícias dos jornais e alguma informação sobre o circuito do Grande Prémio e marcado o número da rádio no telemóvel (para facilitar e ser mais rápido eh eh eh).
Mesmo assim não sabia a resposta (é o que dá ler as notícias por alto) mas o treinador de hóquei em patins do boneco sabia e disse-me e eu liguei e ganhei dois bilhetes para as corridas de domingo no Reservatório A.
A pergunta era "Qual foi o piloto que protagonizou a cena mais espectacular nos treinos de quinta-feira? Aquele que mal chegou às boxes a namorada veio a correr e lhe deu um beijo mesmo por cima do capacete."
Como a pergunta só poderia ser respondida por quem tivesse visto os treinos deram uma ajuda informando que foi o piloto brasileiro que fez o melhor tempo ao volante de um BMW. E a resposta era Augusto Farfus, que foi quem efectivamente venceu a corrida ontem.
Na sexta-feira à noite ainda ligaram e ofereceram-nos dois bilhetes para sábado para a curva do Hotel Lisboa (a zona onde há mais acidentes).

Assim, este fim de semana foi bem preenchido para o papá e para o boneco. E no sábado com muito frio (11-17) e sem sol.

Posted by Picasa

A mana, excepcionalmente, teve de ir à escola no sábado. Era a celebração dos 10 anos da RAEM... Ainda não percebi o que ela lá foi fazer... Fui buscá-la à escola (ela adora!) e ao chegar a casa medi mal a distância e esfolei o carro a estacionar (mais uma despesa...)
No domingo ficámos só as duas. Um dia bem passado, com muito mimo!
De manhã estivemos algum tempo na minha cama no miminho e na brincadeira, depois pequeno almoço e fazer os trabalhos de casa. Eu arrumei umas coisas enquanto ela via uns desenhos animados, almoçámos e fomos brincar para o jardim no rés do chão e tirar fotos. Ela adorou que eu a deixasse tirar fotos e até que tem jeitinho, algumas até ficaram giras :)
Depois fomos à Feira de Gastronomia onde ela brincou nos joguinhos e comeu o seu tão apreciado algodão doce. :)
Mais tarde o mano e o papá juntaram-se a nós e andámos por lá mais um bocado antes de darmos por encerrado o fim de semana.




Posted by Picasa

Friday, November 20, 2009

A SAÚDE ESTÁ DOENTE

(Data alterada porque ninguém vai ter paciência para ler isto e é mais para eu me lembrar...)

Por aqui as dores continuam.
O antibiótico acabou e melhorei um pouco mas não para me deixar descansada…

Tal como disse na sexta-feira, 13, a médica das urgências do Centro de Saúde foi muito atenciosa e devo ter estado lá dentro uns 30 minutos a contar a história bastante detalhadamente e com ela a fazer várias perguntas. Ela recomendou que marcasse uma consulta de “Saúde Adulto”, o que quer dizer clínica geral e assim o fiz.

Na segunda-feira seguinte, há uma semana atrás, no dia 16 fui ao Centro de Saúde por volta das 14 horas marcar consulta, que ela me tinha dito que não seria “tão cedo”. Como tive “sorte” havia uma desistência. Perguntaram-me se queria ficar com a vaga e aceitei. Disseram que se não houvesse aquela desistência não teria vaga para consulta “tão cedo”… Fiquei à espera num sistema em que consoante as pessoas chegam sentam-se numas cadeiras numeradas por ordem de chegada. Às 14h era a “cadeira” 9 a que estava livre e que ocupei para a consulta das 14h30m.

Às 14h30m anunciam apenas em chinês que vai ser feita a distribuição das senhas e pouco depois entram as enfermeiras com os processos das pessoas inscritas para as consultas. Começam na cadeira número 1 e vão conferindo o papel que cada paciente tem referente à marcação da consulta e a lista que têm. Distribuem senhas coloridas: verde, vermelha e azul. Calha-me a senha número 3 azul e deduzo que tenho de ver um ecrã electrónico instalado naquela sala das “cadeiras numeradas” que tem escrito Sala número um num quadrado vermelho, sala número dois no verde e sala número três no azul. Há mais um quadrado que diz sala de observação onde também aparecem os números a piscar mas não percebo muito bem o que fazer.

Quando os números referentes à sala de observação começam a piscar muitas pessoas levantam-se e desaparecem daquela sala de espera de cadeiras numeradas e começo a achar estranho que o número 3 seja chamado várias vezes incluindo pelo microfone em chinês mas continuo à espera… As enfermeiras que distribuíram os números começam a arrumar as coisas e dirijo-me a uma delas a perguntar o que devo fazer com aquele número azul e ela olha para o quadro electrónico e empurra-me ligeiramente para fora da sala a apontar para o quadro da sala de observação e de seguida para fora da sala para o lado esquerdo.

Saio da sala e do lado esquerdo está outro quadro electrónico onde o número 3 está a piscar e algumas pessoas fazem fila à porta. Ao ver o meu número um senhor diz para ficar à frente dele que o número 3 é primeiro e ele é o número 4… Uma enfermeira da sala de observação diz para a outra (são 2) que o número 3 “já chegou”(em chinês, claro!). Manda-me subir para a balança e aponta-me uma cadeira para colocar a mala, ajusta a balança e diz bem alto para a outra 53Kg e eu fico a pensar onde está a privacidade de cada um? Toda a gente tem de saber quanto é que eu peso? Enfim…

De seguida espero novamente, quase entalada entre a pessoa que está a seguir a mim e o que está antes sentado na cadeira. Quando este último sai mandam-me sentar e medem-me a pressão, acho que era 11/8. Pressão medida “go wait outside” e eu vou…
Fico na sala de espera (a tal do quadro electrónico) até cerca das 15h05m quando finalmente o número 3 pisca na sala azul. No corredor, desta vez do lado direito está a sala azul com o número 3 a piscar.

Bato à porta, entro e está uma médica chinesa novinha que fala bem inglês e me pergunta o que tenho. Conto alguns pormenores da história e ela manda-me deitar. Ausculta-me e palpa-me a barriga, perguntando mais umas coisinhas. Passa-me uma radiografia à zona abdominal para 12 de Outubro de 2010, o mais rápido que consegue, mas recomenda-me que se as dores continuarem é melhor ir às urgências do hospital que “lá eles conseguem fazer exames urgentes e aqui nós não conseguimos”. Passa-me igualmente uma colonoscopia que terei de marcar no hospital… e quando tiver resultados recomenda-me que vá lá marcar uma consulta para mostrar os resultados…

Tenho de carimbar os pedidos de exames na recepção e de pedir um papel justificativo para apresentar no trabalho, que ela me entrega e eu começo a ir embora mas verifico que na hora de chegada estão 14h44m e volto para trás para informar que cheguei mais cedo. Contrariada diz-me em inglês que deveria ter ido à recepção avisar. Digo-lhe que marquei a consulta na recepção por volta das 14h e ela diz-me, em voz já alterada, que isso é outra coisa, que deveria ter dito que queria fazer check in. Informo, já irritada, que não saí de lá e que não fazia ideia que tinha de o fazer, que nunca lá tinha ido e que não vi nenhum aviso em lado nenhum porque mesmo que haja algum só está em chinês, mas que o papel para entregar no trabalho devia dizer pelo menos 14h30m e ela contrariada dá-me um novo papel e o “recado”de para a próxima ir lá fazer check in assim que chegar.

Às 15h22m estou na rua, bastante irritada e com os papéis dos exames que me parecem uma anedota. A 16 de Novembro, o mais rápido que se consegue fazer um raio X à barriga é a 12 de Outubro do ano seguinte?! Não sei se devo rir ou chorar porque continuo com dores e não vejo alternativas para resolver a situação em Macau…

Acho que terei mesmo de apanhar um avião…

Friday, November 13, 2009

SEXTA-FEIRA, 13

Não sou supersticiosa (mas o pai dela dá-me azar, lembrei-me agora da música...)
Mas realmente hoje as coisas não correram nada bem.
Só me lembro do provérbio "Uma desgraça nunca vem só..."
Como não me consigo ver livre da dor decidi ir às urgências do Centro de Saúde sempre a achar que não me iam ligar nada... Realmente a enfermeira não ligou muito mas a médica era muito atenciosa e muito preocupada e perguntou-me imensos pormenores sobre como me sentia e sobre o que me tinha acontecido. Observou-me, palpou a barriga para ver o sítio onde me doía e fez-me aqueles testes rápidos à urina. Acusou um número grande de glóbulos brancos o que significa infecção e a presença de sangue na urina (não, não é do periodo). Perguntou-me se a dor continuava a ser muito forte e se precisava de ir ao hospital e deu-me um antibiótico que ela me disse que dá para as infecções urinárias e para as infecções no cólon dado que não conseguia ver exactamente o que está infectado. Disse-me para marcar consulta para fazer mais exames para esclarecer o que se passa pois algo está infectado e se não melhorar com o antibiótico ou se as dores piorarem, ir ao hospital. Resumindo, parece que tenho mesmo de ver isto...

Mas, como um azar nunca vem só ainda há mais...
Cheguei a casa e fui tomar banho. Até aqui tudo bem, mas quando apareci na sala o marido perguntou-me se tinha deixado a água ligada porque o esquentador estava ligado. Claro que não deixei a água ligada mas fui à casa de banho confirmar e ouvi o som de água a correr junto à bacia mas não havia água em lado nenhum.
Andámos a espreitar pela janela e vimos a parede de fora da casa de banho a escorrer água.
Fechada a torneira de segurança (e ficando sem água em casa...) o marido foi até ao pódio no 4o. andar e disse que parecia um chuveiro... Ao mesmo tempo fui ao quarto dos bonecos (colado à casa de banho) para ver a água a espalhar-se no chão. Água limpa no quarto dos bonecos, tempo para ir limpar a água na casa de banho. Pois, estão a adivinhar, não estão? Rebentou o cano!
Chamamos um empreiteiro amigo que mora no mesmo prédio e pôs um dispositivo no esquentador para cortar a água quente e podermos continuar a usar a água fria.
Amanhã começam as obras para reparar o cano, o que significa paredes partidas e muito, muito lixo e dores de cabeça...
Ah, e a parte mesmo "boa" é que nos avisou que como a casa já tem mais de 10 anos e a construção em Macau é mesmo muito má, é provavel que o cano volte a rebentar noutro sítio pelo que aconselha que sejam todos mudados...
Bem, vou começar a procurar casa para alugar...
E agora digam lá que isto não é de ser sexta-feira, 13?!!!



Curiosidade sobre a sexta-feira 13 encontrado aqui:
"Você sabia que paraskavedekatriaphobia, é uma expressão grega que deriva da reunião das palavras fobia, sexta-feira e treze, e designa o medo que as pessoas costumam ter do dia de hoje? Mas será que toda sexta-feira 13 é mesmo sinal de mau agouro?
Bem, é difícil saber de onde veio essa famosa superstição. A crença pode ter surgido com os romanos depois de fatos ruins ocorridos repetidamente às sextas-feiras 13, incluindo a crucificação de Jesus Cristo. Já uma lenda da mitologia nórdica atesta que a deusa do amor e da beleza Friga (nome que teria dado origem à palavra sexta-feira) se transformou em bruxa quando as tribos nórdicas e germânicas se converteram ao cristianismo. Como vingança pelo abandono ela se reunia toda sexta-feira 13, com outras 11 bruxas e o demônio (13 ao todo), para rogar pragas aos humanos. Outra lenda nórdica conta que foi realizado um banquete em Valhalla (a morada dos deuses nórdicos) para o qual foram convidadas 12 divindades. O deus nórdico do fogo (Loki) ficou chateado por não ser convidado e decidiu fazer uma armadilha de forma a ferir Baldur, o deus preferido do seu pai Odin (Deus dos Deuses). Dai a idéia de que juntar 13 pessoas à mesa numa refeição dá azar. Na religião Cristã sabemos que a Ultima Ceia de Cristo foi realizada com 13 membros à mesa nas vésperas da sua crucificação que se realizou numa sexta-feira, ou seja, mais uma vez, o número 13 e uma sexta-feira."


Wednesday, November 11, 2009

MEDICINA CHINESA III

Acho que mais dia menos dia perco a conta…
Ontem de manhã mais uma dor forte ao fundo da barriga do lado esquerdo, o mesmo sítio da dor que me provocou o desmaio há duas semanas. Parece a dor da apêndice, mas já não tenho apêndice e é do lado contrário…
Umas duas idas depois à casa de banho e comecei a ficar com menos dor mas com dor no intestino, mas com dor de cabeça…
Ao fim da tarde decidi ir novamente consultar o médico chinês que me diz que é a ligação do intestino delgado ao intestino grosso e o facto de ter um estômago muito sensível que me provoca estas dores.
Disse que estou muito cansada e “muito gasta” para a idade que tenho.
A verdade é que ultimamente me sinto muito cansada. Estou sempre cansada e nem sei porquê, parece cansaço crónico :)
Aliás, talvez saiba… Deito-me sempre depois da meia-noite. Diria que o normal será mesmo a uma da manhã. Depois a amorinha acorda a meio da noite para ir à casa de banho e eu vou com ela e depois demoro imenso a voltar a adormecer.
Quando o relógio desperta pouco depois das 7 da manhã (se o boneco não me despertar antes, como hoje pouco depois das seis e meia a dizer que queria leitinho porque tinha fome…) não me apetece nada levantar!
Enfim, acalmar e descansar são as palavras de ordem. Assim como evitar batatas, cebola, alho, feijão e comidas “frias” e cruas. Ele diz que eu sou uma pessoa fria e que isso não ajuda em termos de saúde. Os chineses têm muito a definição de frio e quente e é algo que nada tem a ver com a temperatura.
E hoje recomecei a beber, durante mais 4 dias, o “delicioso” (outro) chá medicinal, sendo que este é mais claro, assim tipo café e sabe um pouco menos mal (ou isso ou eu já me habituei!...)

Monday, November 09, 2009

BONECO

Os fins de semana passam demasiado rápido (e eu começo a tornar-me demasiado repetitiva, mas é mesmo essa a sensação por aqui).

Sábado tivemos reunião com a professora de mandarim do amorinha que diz que ela se porta muito bem e é muito esperta e até perguntou se QI dela não é superior ao normal. Claro que não faço a miníma ideia, nunca lhe fiz testes, mas para mim ela é como qualquer criança, só que ela gosta muito de aprender. Claro que saber que ela aprende tudo muito rápido me deixou cheia de baba.

Domingo passámos o dia na piscina do Hard Rock novamente, desta vez com um casal amigo com as duas filhas que o meu boneco "adoptou" logo como irmãs para brincar com elas. Foi um dia muito bem passado e eu tentei nadar um pouco apesar das dores que tinha no pescoço, mas parece que fez bem porque hoje estou melhor.
À noite fui à ópera "As Bodas de Fígaro" mas não sei se não estava com disposição para ópera, só sei que o tempo custou a passar e a única coisa de que gostei foi o cenário...

Hoje, como a maré de azar continua cá por casa, foi a vez do boneco se magoar. Num dos intervalos das aulas andava a correr na relva e bateu numa torneira de rega e esfolou a perna de tal modo que teve de ir à enfermaria fazer um penso e hoje à noite estava bastante inchado.
Quase que me apetece dizer: "que mais me irá acontecer?" É que o papá não lhe aconteceu nada e como as coisas andam acho que ele tem de "se por a pau", ou seja, tomar cuidado.

Friday, November 06, 2009

MEDICINA CHINESA II


Imagem daqui

Depois de tomar o horroroso chá medicinal chinês durante 3 dias, ontem fui à “consulta” para o mestre constatar que estou muito melhor, mas que ainda não está tudo bem.
Quanto às minhas dores de cabeça o mestre diz que estão relacionadas com o fígado e a descarga exagerada de veneno naquele dia que ainda não foi toda limpa do corpo.
Continuar a beber muita água, não comer nada frio, não comer alho, cebola, batata e feijão e tomar um outro chá durante mais 3 dias e depois vou ficar bem. Assim espero.

Eu não me queixei, mas o mestre, depois de verificar a pulsação nos dois pulsos, disse também que me doíam os músculos da zona do pescoço, que estava tudo muito tenso e preso. Realmente acordei cheia de dores na zona do pescoço e costas do lado direito, mas achei que tivesse dormido torcida ou assim. O mestre disse que não tinha nada a ver com dormir e sim com o fígado. Disse também para relaxar mais e não stressar com os problemas, mas por acaso agora até andava muito bem disposta…

Ah, quase me esquecia, ele disse que eu estou muito magra e que deveria engordar uns dois quilos. Imaginem, e esta nem precisei de tradução, comecei-me logo a rir. Ando eu a tentar emagrecer e ele a dizer para eu engordar…

Enfim, hoje recomeço mais 3 dias daquele “delicioso” intragável chá medicinal preto cheio de coisas que nem quero saber o que são senão não o tomava decerto, mas a verdade é que estou melhor…

A amorinha também está melhor do seu galo, está a passar e a ficar verde e eu brinco com ela chamando-a de “minha amorinha verde”. Adora a escola e adora aprender e ontem esteve a ensinar-me mandarim. Ela lia e eu repetia. Adora fazer de professora.
Continua um pisco a comer, come meia tigela de sopa ao jantar, mas tem de ser bem passada de modo a não encontrar pedaço de nada senão cospe logo tudo. O prato da comida, geralmente arroz para ela e de preferência branco demora uma eternidade até ficar vazio. A carne ou peixe têm de ser partidos em pedaços muito pequenos (deve ser para dar menos trabalho a mastigar) e os vegetais que come limitam-se a salada de alface, mas só as folhas mais clarinhas e brócolos cozidos.
Cada vez fala mais (se é que tal é possível), parece um papagaio e tem sempre assunto.
Ainda dá umas calinadas engraçadas na língua portuguesa, como “eu trazei (trouxe)” ou “eu sabo (sei)” que lhe vou corrigindo e que quando ela diz bem me recordam que o meu bebé já cresceu e está cada vez mais uma menina grande…

O boneco teve exame de chinês na quarta-feira passada e ontem trouxe o resultado: 95.5% com direito a prendinha, um lápis com um boneco e duas borrachas pequenas em forma de uma ovelha dos desenhos animados. Mas, mais contente estava com a sua medalha por ter sido quem mais voltas fez na volta ou corrida de caridade. Foi o que fez mais voltas na turma dele porque houve outros de outras turmas que fizeram mais voltas…



E hoje ao final do dia há festa do dia das bruxas na escola dele e vamos até lá…

Imagem daqui


Bom fim-de-semana!

Wednesday, November 04, 2009

GALO

Imagem daqui


Parece-me que o dia das Bruxas ou a sua aproximação nos deixou a todos um pouco embruxados, se tal palavra existe :)


Para além do meu desmaio faz hoje exactamente uma semana e de ainda andar meio zonza da cabeça, ontem a amorinha "aterrou" de cabeça na escola e não a partiu por pouco.


Foi na aula de educação fisíca, estava a correr e tropeçou num colega.


Caiu e bateu com a cabeça no chão. Levaram-na para o médico da escola que pôs gelo no galo enorme que ela tinha. Quando cheguei a casa depois do trabalho ainda parecia um ovo de galinha...
E havia uma nota da escola a dizer que tinha caído na aula de desporto e que tinha sido vista pela médica da escola.

Aquela rapariga sempre que cai bate com a cabeça, não tem aquele instinto natural que a maioria de nós tem de proteger a cara...
Ontem à noite mais gelo e Hirurdoid para não ficar negro...
E hoje lá foi para a escola com um galo e uma mancha vermelha com pintas mais escuras na testa (do lado esquerdo).

Tuesday, November 03, 2009

MEDICINA CHINESA

Passou o fim-de-semana em que tentei descansar, mas com duas crianças tal não é muito fácil. Mãe não se pode dar ao luxo de estar doente…

Sábado foi dia de compras no mercado de manhã, dia das bruxas num jardim do território à tarde e de hóquei em patins à noite. E eu ainda tinha o casamento da minha amiga indiana a que não fui por me sentir de rastos!!!

Domingo fomos almoçar ao Nga Tim, a Coloane, onde eu acho que a comida cada vez está pior, mas o boneco adora a massa e os peixinhos minúsculos (“pak fan yu”) e ela também. Como estava muito sol e muito quente depois de almoçar fomos para casa que eu já me estava a sentir mal.

Segunda-feira foi feriado do dia de finados, mas os miúdos tiveram escola. Foi o primeiro dia depois do “mid term break”.
A propósito, queria registar que a amorinha foi pela primeira vez ao cinema na quinta-feira passada ver o filme “Astroboy”, em cantonense, com o irmão e a empregada.

Depois de deixar os bonecos nas escolas fomos ao café tomar o pequeno-almoço e de seguida lembrei-me de ir consultar um médico de medicina chinesa. Mal não havia de fazer.
Esperei quase uma hora porque o mestre de medicina chinesa é bastante conhecido e tem sempre muita gente para consultar.
O “consultório” não é mais que uma secretária instalada num canto de uma farmácia chinesa cheia daqueles produtos que nem conseguimos muito bem identificar e que são barbatanas de tubarão, mariscos secos, massas, arroz e até champô para o cabelo.

Farmácia chinesa, imagem de Noite


Quando chegou a minha vez, sentei-me no banquinho plástico e o marido contou o que me tinha acontecido, do desmaio, da dor de barriga e de me sentir tonta. O mestre vê a pulsação do pulso direito e vai fazendo perguntas sobre a última menstruação, pede para ver a “língua” e diz em português e eu quase nem o percebia porque a “consulta” foi toda em chinês, com o marido a traduzir. Pergunta se costumo ter a boca seca e eu digo que não (e depois passei a tarde a beber água…), passa a ver a pulsação do pulso esquerdo e este é mais rápido que o do direito e volta a perguntar qualquer coisa que já não me recordo.
Começa a escrever a sua “receita” e as receitas da medicina chinesa são compostas por chás medicinais feitos de várias plantas, tudo natural, que costuma ser fervido durante umas horas e que costuma resultar num chá bastante escuro, quase preto com um cheiro bastante desagradável e um sabor ainda pior. Reconheço que é bastante difícil beber um copo daquele chá (já bebi ontem e hoje e falta amanhã) mas as vezes que recorri a ele senti-me melhor… se é psicológico ou não, não sei mas espero que desta vez também me faça sentir melhor.
A parte boa é que as farmácias chinesas fazem o chá, pagando mais um pouco…
Tenho ainda a recomendação de não comer nada cru, incluindo fruta e salada e não comer batata, feijão e cebola. E o mestre de medicina chinesa achou que teve a ver com o veneno libertado pela vesícula... e que primeiro tratamos a gripe (que apareceu hoje...)


Imagem retirada daqui, está a pesar os ingredientes para o chá. Neste artigo poderá ficar a saber mais sobre a medicina tradicional chinesa.

Friday, October 30, 2009

DESMAIO

Quarta-feira, depois de almoço, por voltas das 16:30, estava de pé a falar com um colega de trabalho.
Já tinha falado com os filhotes que tinham chegado a casa depois de um piquenique com a empregada pois esta semana estão de férias. E, como eles foram ao piquenique, não fui a casa almoçar, fui dar uma volta ao Largo do Senado e comprei umas coisas para eles.
Ia à casa de banho quando passei junto do meu colega e estava a comentar algo com ele quando me deu uma dor súbita e muito grande no lado esquerdo da barriga, penso que deve ser intestinos. A seguir comecei a ficar tonta e só o ouvi perguntar se me estava a sentir bem porque estava a ficar amarela. Ainda me lembro de lhe responder que me estava a sentir muito tonta e depois não me lembro de mais nada. Disseram-me que caí "redonda" no chão... Lembro-me de uma colega estar junto a mim a tentar dar-me açúcar e a falar em chamar os bombeiros... Lembro-me dos bombeiros falarem comigo de eu dizer que me doía a cabeça (deve ter sido a parte que bateu quando eu caí), lembro-me de descer no elevador... do meu colega de trabalho entrar comigo na ambulância... e de estar no hospital com muita gente à minha volta.
Espetaram-me o dedo para tirar sangue, acho que para ver se era diabetes..., fizeram-me análises e puseram-me a soro. Mais tarde fiz um scan à cabeça e depois um electrocardiograma...
Tudo deu normal, mas só soube os resultados perto das 21h... já o marido tinha chegado de Hong Kong (nesse dia tinha ido em trabalho a Hong Kong e telefonaram-lhe quando me levaram para o hospital). A minha colega foi à piscina buscar os miúdos e levou-os para casa onde ficaram com a empregada até regressarmos a casa.

Aparentemente não foi nada especial (!!!), foi apenas a dor que foi muito intensa e o corpo, como modo de protecção, fez "shut down" para aliviar a dor. A comida que comi ao almoço não devia estar bem e depois deu origem a um desarranjo intestinal, só que a dor foi súbita e muito intensa e levou ao desmaio.

"Por exemplo, uma dor intestinal pode enviar um sinal para o coração, através do nervo vago, que retarda a frequência cardíaca o suficiente para causar um desmaio. Este tipo de desmaio denomina-se síncope vasomotriz ou vasovagal."

"A síncope vasovagal pode ser induzida por dor intensa"

Bem, ganhei um galo na cabeça, ainda estou um pouco tonta e tenho receio que aconteça novamente. Imaginem se estiver a conduzir ou se estiver sozinha na rua com os miúdos...

Tuesday, October 27, 2009

CONCERTOS

O fim-de-semana prolongado acabou depressa demais.
Muitas actividades, muita agitação e muito divertimento. Tudo “sabe” como diz a minha amiga de Cabo Verde, que quer dizer algo como estar muito bem, muito feliz mas que é ao mesmo tempo algo mais, mais forte que o "tá-se bem" que a malta usa (certo, SR?).

Sexta-feira começou a lusofonia, foi dia de Halloween na escola do meu boneco e foi dia dele ser a estrela na turma, depois de ser o estudante da semana, e apresentar um espectáculo para os colegas. Ele escolheu fazer umas habilidades com o stick mágico (parece um cubo mágico, também do Rubrick, mas é um “pau”).

Imagem daqui


Sábado à tarde passei o tempo todo no Festival da Lusofonia para os meus bonecos brincarem nos insufláveis. O medo que eu tenho deles se magoarem naqueles brinquedos é proporcional ao que eles o adoram! Enfim, ele está grande e está quase a deixar de lá poder brincar, ela tem mais medo que ele.
Ele brincou no simulador do Grande Prémio de Macau e adorou “conduzir” no circuito do grande prémio. Nas vezes que lá foi (ainda foram bastantes e perdi-lhe a conta), não conseguiu fazer nem uma volta completa à pista no tempo estipulado no jogo. Está excitadíssimo e já só fala no grande prémio, que será no fim de semana de 21 e 22 de Novembro.


À noite fomos ao concerto dos Quinta do Bil. Estava lá o Miguel Ângelo dos Delfins na assistência, misturado na multidão, com o seu casaco pendurado ao ombro.
Foi o primeiro concerto da minha filha que adorou e dançou as quase 2 horas de concerto! Não parou um minuto, ao contrário do irmão, pé de chumbo, que não se mexia…


Imagem retirada da net


No dia seguinte, domingo, foi dia de convidar um amigo do boneco para ir ao Hard Rock passar o dia. O amigo, com 10 anos é mais ou menos da altura do meu boneco e quando perguntaram as idades e dissemos os empregados olhavam para o boneco e para o amigo e depois perguntaram-lhes a idade :) Foi um dia muito bem passado e estava muito bom tempo!

Segunda-feira, feriado do culto dos antepassados, aproveitado para comprar o uniforme de Inverno do boneco e para passear um pouco e conhecer o novo jardim infantil do NAPE, entalado no meio de 4 estradas e com muito sol e pouco uso. Os filhos gostaram…

À noite, concerto dos Delfins, na Fortaleza do Monte, na sua despedida de Macau. Um concerto que aqueceu e que foi (mal) pensado para o pessoal ficar sentado a ver o concerto.
Mal cheguei e me mandaram sentar pensei que não era possível, um concerto dos Delfins, sentada???!!!! Obedientemente, a malta foi-se sentando, mas quando começou a cantar “Sou como um rio”, Miguel Ângelo interrompeu a música para pedir ao público para ir lá para a frente junto do palco dançar. Tudo bem, não fosse a estrutura onde estávamos ser de contraplacado fininho “ali de Zhuhai”, como disse o Miguel Ângelo mais tarde quando pediu ao pessoal para ficar de lado por razões de segurança, e não suportar o peso de tanta gente a saltar.

A organização esstava quase em pânico e a quantidade de seguranças e técnicos a espreitar a estrutura era impressionante. Será que o Instituto Cultural aprendeu alguma coisa?! É que sexta-feira actuam no mesmo local os Buraka Som Sistema, kuduro e aí é que a estrutura, a ser a mesma, vem abaixo!!!
E este post do Bairro do Oriente diz tudo.

Imagem retirada da net

Tuesday, October 20, 2009

ACTUALIZAÇÃO

Sexta-feira
Boneco: Na escola realizou-se uma corrida/marcha ou algo do género para angariar fundos para as actividades e passeios de estudo (em Macau). Até aqui tudo bem, mas foi entre as 9:30 e as 11h e estava sol e imenso calor pelo que imagino que devem ter ficado todos transpirados.
Do campo de futebol, ao ar livre, foram para a cantina com ar condicionado almoçar. Resultado: o boneco está cheio de tosse e ranho. Não tem febre (ainda bem!) mas não sei muito bem o que lhe dar que o velho xarope de cenoura já não funciona. Lembro-me de alguém ter falado em pôr uma cebola cortada dentro de água ao lado da cama ou assim e de fazer um xarope de cenoura. Será que alguém que por aqui passe (ainda há alguém) pode voltar a explicar como é que é?....

Amorinha: Quando foi à casa de banho e enquanto ela estava sentada na sanita reparei que coçava a mão e tinha umas borbulhinhas tipo picada de mosquito, mas muito pequena. Perguntei o que era e ela disse que já tinha na escola e que a assistente da professora a tinha mandado lavar as mãos e os olhos (onde tinha as borbulhas). Depois de lhe lavar os dentes e quando a deitei, com o calor, ela começou a coçar barriga, braços, costas e a ficar toda vermelha e cheia das tais borbulhinhas. Limpei com toalhetes de álcool e pus gel de aloé vera para acalmar.
Resultou ao fim de algum tempo.
Penso que terá sido reacção alérgica a algo que comeu na escola mas como a única coisa que não sei muito bem o que é é a sopa chinesa e esta pode ter imensos ingredientes, incluindo mariscos, algo que ela não come nunca em casa e que é mais susceptível de causar alergias. Tenho de lhe fazer um teste de alergias mas em Macau não se faz…

Sábado: Reunião na escola da amorinha a trocar opinião com a professora sobre a aprendizagem, fazer os números dentro dos quadrados a tocar em baixo e em cima no quadrado, mas depois nos exercícios a ficar no meio do quadrado. O som do “i” em inglês que só aprende o som de “i” como em “ink” e não o de “ai” como “ice-cream”, este último aprende para o ano… confuso.
De resto só elogios, que a rapariga faz tudo sozinha e fala imenso e conta tudo em inglês e sem qualquer problema, que não lhe falta vocabulário…
No hóquei em patins também já patina bastante e até já se consegue baixar. Já o mano distrai-se a conversar com os colegas e que está ali para aprender a jogar…

Domingo: Estive a manhã na cozinha a fazer bolinhos e saladas para levar para o barbeque do treinador do boneco e meu colega de trabalho que fazia anos ontem e a festa foi o churrasco. O boneco e a amorinha adoraram almoçar e jantar na rua e ainda por cima havia um pequeno parque infantil onde brincaram o tempo todo!
E o boneco ainda ficou com pena de ir embora depois de jantar porque as outras pessoas ainda lá ficaram.
Já a amorinha estava a “cair” de sono e depois do banho e leitinho foi só cair na cama e adormecer :)

Monday, October 12, 2009

ULTIMAMENTE

Sinto o tempo a fugir-me.
Este blog está literalmente abandonado. Já foi um diário...
O tempo passa a uma velocidade vertiginosa.
A semana acaba de começar e de repente já está a acabar e é novamente fim de semana.
E o Natal aproxima-se a passos largos!

O boneco e a amorinha crescem e amadurecem.
Estão enormes (de tamanho, mesmo) e sinto-os crescidos nas suas conversas, no que discutem e argumentam.

Ele então está um menino, quase rapaz, que sabe muitas coisas, mas que também tem imensas dúvidas e acha que a mamã sabe tudo e se admira quando lhe digo que não sei...
Para ela eu continuo a ser a sua "princesa" porque ela também é uma princesa, e isto é tudo o que existe na sua cabeça.

São bons alunos, ele muito inteligente e esforçado, embora tão esforçado quanto preguiçoso e refilão, mas também muito feliz e meigo.
Ela adora a escola e os seus amigos da "sua" escola e fica felicissima quando os encontra na rua.

Neste domingo que amanheceu cinzento graças à influência do tufão Parma que finalmente entrou em terra e que passou 3 (!) vezes nas Filipinas fomos repetir o dia de domingo da semana passada! Tudo quase igual mas com menos gente na piscina, obra do dia cinzento.
Os bonecos divertiram-se imenso e ainda aproveitámos o dia até a chuva chegar por volta das 15h. E o boneco achou imensa piada estar na piscina a chover :)

Monday, October 05, 2009

BEM PASSADO!

Estas "mini-férias", bem para três de nós pelo menos que a amorinha teve escola na sexta-feira, mesmo sendo feriado. Mas dizia eu que estas mini-férias passaram muito rápido mas foram muito bem passadas e souberam muito bem.

No dia 1 de Outubro deu para descansar um pouco e passear com os bonecos no jardim onde brincaram durante bastante tempo.

No dia 2 fomos todos levar a amorinha à escola, coisa que o mano ainda não tinha feito e ela estava muito contente!
Depois de deixar a amorinha na escola fui com o mano fazer exercício, eu a andar a pé rápido e ele de bicicleta. Devia ir correr mas estava a recuperar de uma lesão no tornozelo e ainda não me podia esforçar muito. O boneco adorou!
A seguir fomos os dois ao jardim, onde ficou imenso tempo e eu aproveitei para fazer alguma ginástica nas máquinas que abundam pelos jardins.
Depois fomos ao supermercado e voltámos a casa onde ainda tive tempo para tratar das minhas plantas antes de preparar almoço.
Depois do almoço e de tudo arrumado já eram horas de ir buscar a amorinha à escola. Uma festa pois normalmente vai de autocarro!
Mudou de roupa no carro e fomos ao café lanchar e fui comprar umas coisas que faziam falta.
De seguida, como prometido, fomos ao Toys'R'Us comprar um patinete para o boneco e a seguir eles foram com o pai ao jardim enquanto voltei a casa para preparar o jantar.

Sábado foi dia de mercado e das compras semanais e os bonecos foram com a avó ao jardim de manhã e novamente depois do almoço. O boneco tinha de treinar o seu patinete!
Ao fim do dia ainda fomos ao Jardim de Seac Pai Wan para ele usar a pista das bicicletas para andar de patinete. Ele de patinete e a mana de bicicleta.

Ontem, domingo, foi um dia de completa preguiça, muito bem passado e que passou demasiado rápido! Estivemos na piscina do Hard Rock onde ficámos das 11h às 18h e não ficámos mais que o sol já se escondia atrás do Venetian e segunda-feira é dia de escola!
Uma promoção em que almoçando junto à piscina também se pode usar a piscina sem ter de se pagar mais por isso... que continue esta promoção por muito tempo :)

Imagem daqui

Tuesday, September 29, 2009

2 ANOS

É incrível como o tempo passa tão rápido!
Faz hoje dois anos que partiste e a saudade ficou, está sempre presente e raro é o dia que não se fala de ti.
O boneco faz-lhe muita confusão sobre o que nos acontece depois da morte, foi à tua campa e perguntou se estavas ali, debaixo daquela pedra e se "o outro senhor" (o bivô que ele não conheceu) também lá estava, como cabiam lá os dois. Expliquei-lhe que o corpo desaparece e só restam os ossos, que foi o que foi colocado no teu caixão. E ele fica a pensar. O assunto é mórbido mas é a realidade e eu digo-lhe a verdade. Alguém disse que eras uma estrela e eu apenas lhe digo que estás sempre presente, que o acompanhas, a ele e à mana desde que nunca te esqueçam.
A mana ao ver a tua foto e perceber que estavas ali queria abrir a campa para te tirar de lá e para te ver mexer... ela ainda percebe menos, mas ainda fala de ti.
Tinha apenas dois anos, mas lembra-se da avó Maria deitada na cama porque tinha dói dói na barriga... lembra-se do papá te cortar o cabelo... essas imagens ficaram-lhe gravadas na memória. Às vezes, sem percebermos porquê fala de ti, acho que te recorda com saudade.
E eu também, e raro é o dia em que não me lembro de ti...
Que descanses em paz, que nós continuamos a lutar contra a saudade...

Monday, September 28, 2009

BRINCADEIRA, PISCINA E TUFÃO


Tantos assuntos num post só!...
A semana passou a correr.

No sábado de manhã fomos à escola do boneco onde haviam várias actividades a decorrer.
O boneco e a amorinha participaram em várias e a amorinha adorou!
Na escola dela não há essas coisas.
À tarde fomos visitar o palácio do governo, que apenas abre dois dias por ano e o boneco quer ir lá todos os anos... Deve ser para ver se mudou alguma coisa.
Imagem daqui

No domingo fomos usufruir da noite a que temos direito no Westin Resort.
Ficámos num quarto com duas camas de casal (527) com vista para a praia.
O boneco e a amorinha nadaram imenso e como o tempo estava nublado acabou por ajudar a não estar tanto calor, embora estivesse bastante abafado.
Os dois adoraram o tempo que lá passámos de tal modo que a amorinha hoje queria voltar para lá.
Imagem daqui

E hoje, segunda-feira com sabor a quarta que quinta e sexta-feira são feriados (e domingo também, mas esse não interessa nada), está tufão 3, mas já se vai embora e vai deixar apenas o mau tempo, os feriados com chuva... :P

Wednesday, September 23, 2009

CSI MACAU

Local: Um escritório na Baixa da Cidade
Data: Ontem, 22 de Setembro
Hora: Algures entre as 13h e as 14h
Acontecimento: Desaparecimento de 4 computadores portáteis
Comunicação: Aos superiores que auorizam chamar a polícia
PSP, perguntas, respostas, anotações, outra equipa, da PJ para tirar impressões digitais, mais outra equipa para interrogar as pessoas que estavam no local "à hora do crime", muita gente, muita confusão...
Podia ter sido um filme, CSI Macau, mas não foi...
Nesse todas as pistas levam a uma solução, aqui não acredito...
E o pior, aredito que é alguém "cá dentro"
Tranquem as gavetas...

Monday, September 21, 2009

ELE

Fomos todos votar ontem nas eleições de Macau (pois, os portugueses têm direito a dose dupla, votam em Macau e em Portugal), todos é como quem diz.
O boneco foi comigo e a amorinha foi com o pai.
O boneco estava curioso para ver como era e viu-me pegar no papel, enorme desta vez e ir até à cabine de voto, procurar o quadrado de quem queria votar e colocar lá o carimbo (sim, este ano pela primeira vez votou-se com carimbo, para facilitar a uniformização, dizem eles. O carimbo tem um "certo").
Depois enquanto eu dobrava o papel em quatro ele pergunta-me:
"Mamã?"
"Sim?"
"Tu votaste naquele que eu não posso dizer o número, não é?"
Achei piada!

E ainda tenho de enviar o meu voto para Portugal (das outras eleições...)

Tuesday, September 15, 2009

KOPPU JÁ FOI



O tufão Koppu, com ventos máximos de 92 km/hora, já passou, deixando a cidade bastante suja e algumas árvores, tapumes e cartazes arrancados. Voos foram cancelados e as ligações maritimas entre Macau e Hong Kong também.
As escolas primárias e creches estão encerradas todo o dia e os funcionários públicos só trabalham à tarde pois o sinal 8 foi arreado às 9:30.
Às 16:00 foram baixados todos os sinais de tufão.





Monday, September 14, 2009

OLHA O TUFÃO!

Ainda mal passou o tufão Mujigae, que fez hastear o sinal 3 de tempestade tropical em Macau e que fez com que a amorinha não tivesse aulas na passada sexta-feira, logo no domingo chegou outro tufão, o Koppu.
É este tufão que está a afectar o tempo em Macau e que ditou que fosse içado o sinal 8, às 20:30.
Agora é esperar para ver para onde o tufão vai e palpita-me que amanhã de manhã vai baixar para sinal 3, para os funcionários públicos irem trabalhar, e a amorinha não terá novamente escola. Já hoje às 13:30, quando foi içado o sinal 3 tive de ir à escola buscá-la.

E, quando este passar é melhor ficar de olho no Choi - Wan que já anda por aí, longe é verdade, mas anda...