Tuesday, November 08, 2011

ACTUALIZAÇÃO SEM GRANDES NOVIDADES

O tempo passa e quase não dou por ele.
Ajudou a passar mais rápido e a ficar longe daqui ainda mais tempo o Festival da Lusofonia pois, como quase todas as pessoas das comunidades lusófonas, estive a trabalhar e, entre a chegada e a partida dos artistas, foram mais de 10 dias.
Mas correu bem e compensou todo o esforço. Em contrapartida vou ter mais uns dias de férias para passar com a família no Natal.

Os filhotes crescem a olhos vistos.
O boneco está um menino lindo que vai mantendo o seu esforço para perder peso e estamos nos 40 kg, menos 3 kg do que à data da consulta, no dia 9 de Setembro. Até Março vamos conseguir a minha meta de 38 kg, mas não sei se a do nutricionista de 36 kg…
Cada vez está mais teimoso e com a mania que sabe as coisas, mas é muito dependente e tem medo de andar sozinho. Num dos dias em que veio da escola e foi ao futebol, saiu do autocarro ao lado do futebol, mas ninguém saiu com ele e ele ficou preocupado. A irmã foi para casa e assim não era preciso ficarem à espera de outro autocarro. Estou sempre a dizer que ele está a ficar crescido e que há coisas em que tem de ficar mais responsável e mais independente.

A amorinha continua linda e bastante marota, mas é uma menina muito responsável que faz os trabalhos de casa sozinha quando chega da escola. Está a fazer a contagem decrescente para deixar de ir às aulas de natação e de vez em quando deixo-a fazer gazeta pois ela já sabe nadar e não me parece que ande a aprender algo de novo. Acho que em Janeiro deixa de ir. Tem de fazer desporto e eu disse-lhe e ela escolheu futebol com o irmão e como o irmão. Já há quase um mês que também treina hóquei em patins e já fez dois jogos com os rapazes. É quase sempre a única menina e é a mais pequena pelo que passa o tempo no chão que ela é destemida e coloca-se à frente dos outros para lhes tirar a bola. O resultado é ir parar ao chão. E eu fico aflita que se tenha magoado, mas sorrio e digo-lhe para ser forte e continuar. Mas custa… preferia que fosse para o ballet ou algo mais de “menina”.
Continua a falar da morte, mas desde que começou a catequese, em meados de Setembro, que aceita melhor e já não chora. Diz-me que estou no coração dela e que vou lá ficar para sempre, mesmo depois de eu morrer e que, mesmo sabendo que eu não lhe posso responder (quando morrer), vai falar comigo como fala com Jesus… parece-me que estamos a avançar

3 comments:

Helena said...

tens aí uma maria-rapaz e que parece bem desenrascada...
beijoquitas

Rachel said...

Olha que crescidos estão os 2!!
A Sara também fala da morte, mas acha que morremos consoante vamos envelhecendo!

Bjs

Mónica said...

Que bom tewr notícias :)
E que ricos filhotes!
Beijocas