Monday, July 09, 2007

Falar é algo que aprendemos a fazer desde pequenos.
A ansiedade de saber se os nossos filhos irão pronunciar primeiro mamã ou papá leva a que cada um puxe pela criança à sua maneira.
Os meus resolveram trocar-me as voltas e a primeira palavra perceptível dele foi NÃO e a dela um OLÁ.
Depois o boneco lá se saiu com um mama (que se aproximava mais da mamã, mas o rapaz estava era interessado em comer!) e depois é que veio a mamã.
Uma sensação indescritível, uma grande alegria.
A partir daqui e, conforme crescem o seu vocabulário enriquece e vão construindo frases e aplicando cada vez mais correctamente as palavras e surpreendendo-nos com os seus conhecimentos.

Ontem telefonei para o Lar onde está a minha avó.
A minha mãe já me tinha avisado, eu já me tinha apercebido que a capacidade de falar é algo que a está a abandonar.
Mas ela sempre reuniu forças para falar comigo, com o boneco e com a amorinha, nem que fosse só para dizer “Olá, minha menina!” “Beijinhos ao boneco.” Ou “Beijinhos para todos”
Ontem quando lhe passaram o telefone, ela não conseguia falar.
Só emitia sons, parecia aquelas pessoas surdas – mudas que nunca frequentaram qualquer instituição para aprender a falar.
E eu ali fiquei a falar com ela, para que ela me ouvisse e ela a esforçar-se (podia ouvir pelos sons que emitia) para me tentar dizer algo. Pus a amorinha ao telefone a dizer-lhe olá e ela ria de felicidade e chamei também o boneco que só veio dizer “Bye, bye e beijinhos” que ele nunca gostou de falar ao telefone. E eu podia ouvi-la rir, feliz.
Ainda consegui perceber um “Não”, o “Sim” e um “Está bem”. Tudo o resto daqueles minutos foram sons que adivinho o significado.
E agora, nesta idade, também a fala é algo precioso, tal como nos bebés...

28 comments:

As minhas melodias said...

Um abraço bem apertadinho para ti.
Coragem para ultrapassar esta fase menos boa.
É o finalizar de uma vida e, embora possa não conseguir falar, certamente que sente um amor enorme por esta neta que a estima tanto.
Uma beijoca

carla said...

Um beijinho minha querida!

vera said...

olá

já á muito que aqui não vinha.

a tua avó ... coitada! imagino como te sentes!

amanhã faz 1 ano ... como o tempo passa!

jcas
vera e marianita

Mãe Frenética said...

Olá querida!

Q o riso dela seja o q recordes do telefonema, sim?

Um beijinho.

NaRiZiNHo said...

Pensa que lhe proporcionaste um grande momento e ela passou o dia muito feliz.
:-*

Mãe Raquel said...

Um dia a maioria de nós irá voltar às origens, na fala, no andar, no raciocínio.
O meu avô foi perdendo a capacidade motora, a memória esteve sempre boa, a fala também.

A tua avó reconheceu os teus meninos, mesmo sem conseguir falar muito bem, imagino que para ela foi muito bom ter ouvido a voz deles do outro lado.

Beijos fortes

Mel said...

É um ciclo completo mesmo, não é?
Um beijinho grande cheio de força para ti e para os teus filhinhos!

maria said...

é impressionante como no final da nossa vida temos comportamentos semelhantes as de um bebé...
Mas um bjnhno de força para superares esta fase..

bjnho

YAMI said...

Minha querida

Fizeste lembrar a minha avó..era tal equal..

Foi e sempre será uma referencia muito grande para mim..

Um grande beijo lindo
yami

Grilinha said...

Eu sei como é essa sensação...como são importantes para nós, os nossos avos...mas como a vida se desvanece e nós nada podemos fazer contra a lei natural do mundo...acho que perpetuar a imagem feliz deles é a única coisa que nos resta. Um abraço apertadinho

Miduxe said...

um beijo muito grande!
...

Mamã do Diogo said...

A tua vovó n consegui falar mas concerteza adorou ouvir-vos e acho que dá para imaginar o sorriso no rosto dela, só isso vale por qualquer palavra.
Beijokas grandes.

Tânia e Diogo said...

Às vezes a vida é muito injusta e custa muito descobrir que somos impotentes em muitos aspectos e não podemos interromper o curso natural da vida, envelhecer, mas estou certa que ela adorou ouvir a tua voz! Um grande beijinho!

Monica said...

Muita coragem amiga, sei bem o que sentes...
BEIJOCAS

Raio de Sol said...

ela deve ter ficado tão feliz por vos ouvir!

beijo apertado

Ludy said...

Linda passei para vos deixar um grande beijo! ;)

Fofinha da Mamã said...

Querida ainda ñ passei por isso nem quero imaginar nem pensar, mas deves te sentir bastante mal mas força e coragem.

Jinhos mto mto mto fofinhos, gandes e godos

Carla O. said...

O riso aberto e a felicidade que o teu mimo lhe deixou terá sido certamente um dos melhores presentes que recebeu.
E já falta pouco para estares com ela.
Beijo gd!

margarida said...

É bem verdade, em velhinho volta-se a ser criança.
Tenho a certeza que as vossas palavras valeram muitíssimo para a tua avó. Trabalho com muitos idosos doentes e sei bem o que esses pequenos gestos valem.

bjinhos

Patrícia M said...

Olá...

Já ca nao vinha a algum tempo. Acho que te perdi o rasto com a mudança de endereço...

Entretanto privatizei o meu blog. Manda-me um endereço de email para patricia.morais@gmail.com para te poder enviar um convite!
Beijinhos

Helena said...

a tua avó, apesar de longe tem uma família que a adora...beijocas grandes

Sandra said...

...É tão bom ouvi-las rir. Mesmo à distância ainda lhe levas alegria ao coração. As férias estão quase, vais poder abraçá-la.

Um grande beijinho,
Sandra

Gina said...

Um grande beijo, Sandra! E força, ok? Vamos levantar a moral, certo?
Estou aqui, para o que precisares...

Beijos

Mamã trintona said...

Minha querida,
deixaste-me com lágrimas nos olhos com este teu post.
Mesmo sem conseguir falar, ela ficou muito feliz por ouvir a neta e os bisnetos. Proporcionaste-lhe um momento de alegria.
Fica um aperto no coração mas é assim mesmo. Tens de ser forte, querida.
Joquinhas
Sofia

P.S.- Quando vens de férias? E não. Não tenho o teu telemóvel.

Cláudia said...

Eu n posso ler estes posts...
Já o tinha lido e evitei comentar...
Um beijinho.

Liliana e benny said...

Estava a ler-te e os meus olhos ficaram cheios de lágrimas... é triste... mas é assim... tudo começa, tudo acaba.
Um abraço enorme para ti*um beijinho para a tua avó querida e para os bonecos*
lilibenny@gmail.com

Anonymous said...

Um beijinho muito doce!

Luz de Estrelas said...

Saio daqui comovida, pela tua avó, por vocês, pelos meus avós, pelas recordações, enfim...Mas ela rou... Ela riu! Beijinhos