Wednesday, November 29, 2006

NOITES


As noites são más, sempre o foram.
Lembro-me que do meu boneco se devem contar pelos dedos das mãos as vezes que dormi uma noite inteira até ele fazer 2 anos, e tenho a sensação que os dedos de uma mão chegam...

A amorinha é igual. Com os seus 18 meses talvez tenha dormido uma noite completa, digo talvez porque não me lembro e garanto que não sou exigente pois para mim se dormir umas 6-7 horas já é uma grande noite e já me dou por muito satisfeita, além de achar que passei uma noite descansada.

Ultimamente ela não ficava satisfeita com a mama e foi essa a razão de aos poucos a ter desmamado. Ela sempre mamou de 2 em 2 horas, quer de noite quer de dia, mas depois adormecia, aliás quase que nem acordava porque eu dava-lhe logo mama e punha-a na cama. Ultimamente os intervalos de 2 horas foram diminuindo até que começou a acordar de meia em meia hora a refilar e eu (e ela!) não dormia nada. De manhã eu estava cansada e ela rabugenta (e eu!), o meu trabalho não rendia e na creche ela andava a cair de sono. Por isso a minha insistência com o biberão com outro leite que não o meu. No início só ao adormecer e ela já dormia um período maior, depois as duas vezes que acordava de noite dava-lhe mama. Mas ela começou a achar que mama era óptimo para fazer de chucha e estar ao colo e vai daí vamos lá acordar muitas vezes!

Agora é o mimo. E eu gosto tanto de lhe dar mimo! E acho que passo tão pouco tempo com eles. Mas à noite também preciso (eu, e ela!) de dormir, de descansar. Já ela acha que não é bem assim.

Ora, o nosso ritual para adormecer é depois do meu jantar ela pede o seu “titinho” (leitinho), o que acontece por volta das 20:30 - 21:00. Vamos para o quarto, mudo-lhe a fralda, visto-lhe o pijama e ligo a luz de presença (que a rapariga é muito medricas e tem um medo do escuro que até faz aflição). Depois bebe o leitinho aninhada no meu colo e com a fraldinha de pano na mão.
A seguir ponho-a no ombro e dou ligeiras palmadinhas nas costas para arrotar porque se não o fizer e ela não arrotar resmunga imenso e fica às voltas na cama (até parece que assim não fica!). Geralmente este processo deixa-a muito molinha e depois de arrotar deixo-a mais um pouco ao meu colo enquanto lhe faço festinhas nas costas e lhe murmuro ao ouvido “I love you” (antes dizia amo-te, mas ela associava a comer e à brincadeira que faço a dizer que a vou comer e faço o som “Am” e ficava toda excitada e em vez de dormir queria era brincar). Obtenho de resposta um “I ló liu” (ou algo semelhante que não consigo reproduzir muito bem o som), dou-lhe um beijinho e digo-lhe a sussurar “Agora vamos para a cama da menina” e ela geralmente resmunga, mas eu acalmo-a dizendo “Não faz mal, a mamã fica com a menina”. E depois de a colocar na cama sento-me no chão, ao lado da cama e enfio a mão entre as grades para lhe fazer festinhas. E, nos dias em que estou mais cansada quase que adormeço assim e é o resmungar dela por ter parado as festinhas que me desperta. Às vezes dá-me a flor que tem música para eu puxar o fio e aquilo ficar a tocar, mas ela gosta mesmo é das festinhas nas costas e na barriga. Este ritual dura cerca de meia hora.

Entretanto o mano está à espera para também ele ir dormir. Às vezes brinca no computador com o papá, outras fica na sala a brincar com o papá e outras em que está mais bem disposto vai para o quarto, bebe o seu leitinho e deixa o papá vestir-lhe o pijama. Há dias em que tenho de ser eu a ler o livro antes de dormir, outros dias tem de ser o papá porque o livro é em chinês e a mamã não sabe. Geralmente quando calha ao papá a vez de ler eu aproveito para preparar o uniforme dele para o dia seguinte.
Depois vou com ele à casa de banho, xixi, lavar dentes e cama. Beijinho do papá, beijinho da mamã e o pedido “quero dormir contigo um bocadinho e depois cócegas” E eu dou-lhe um beijinho enquanto tento caber na cama dele e abraço-o e ele refila e o papá refila que é mau hábito e que depois resmungo com ele...
E depois vem uma sessão de cócegas de uns 5 minutos, interrompidas porque ele grita e eu lhe digo que não pode gritar porque acorda a mana ou porque ele me diz para parar porque me quer explicar como quer as cócegas. Depois despeço-me e digo-lhe “amo-te muito” e ele sempre responde “amo-te mais, amo-te one thousand”, corrijo-o digo que one thousand é mil, ele repete e eu saio do quarto enquanto lhe digo “até amanhã, dorme bem” e obtenho a mesma resposta.
E isto seria o fim da aventura da noite e de os deitar!

Mas geralmente por volta das 23:30 a amorinha começa a refilar e eu vou lá fazer-lhe umas festinhas. Às vezes funciona mais uma hora, outras não e então volta a beber mais um biberão de leite. Com sorte fica por aqui, senão por volta das 5 da manhã bebe outro.
Mas mesmo com sorte, depois de beber o leitinho, ao meu colo tenho de lhe fazer umas festinhas e quando a ponho na cama chora. Antes não chorava, mas agora chora muito e grita. Já experimentei, ao fim de semana e depois de saber que não tem fome, nem a fralda suja, nem lhe dói nada e ela consegue gritar umas 2 horas, até ficar rouca e eu sinto-me a pior mãe do mundo. Agora desisti, puxo a cama de grades que felizmente tem rodas para junto da minha e enfio a minha mão por entre as grades. Ela nem me exige as festinhas, apenas que tenha lá a mão. Assim ela cala-se e acaba por adormecer e depois eu tiro a mão, isto se eu não adormecer primeiro e deixar lá a mão e acordar com uma grande dor no braço e nas costas. Nas últimas noites tem acordado muitas vezes e refila logo, mal vê que não tenho lá a mão.

Estou a tentar que deixe de beber o biberão de leite às 5 da manhã para que o beba às 7:00 – 7:30 quando nos levantamos e quando ela resmunga um bocadinho faço-lhe festinhas e há dias em que resulta, outros nem por isso e lá vai o papá preparar o leitinho. Tenho de reconhecer que já do boneco era o papá que preparava sempre o leitinho. É ele que se levanta da cama e vai até à fria cozinha preparar o leitinho. Eu fico com ela ao colo, a dar miminho porque por mais sono que tenha adoro estes mimos.
Depois do leitinho ela dorme, mas novamente com a minha mão lá.

E as vezes que tem acordado de noite são tantas que lhe perdi a conta e ando cansada e a precisar de dormir. Ela já tem 16 dentes pelo que penso que não terá mais nenhum a nascer (pelo menos não se vê lá nada dos segundos molares), penso que pode ser da excitação das brincadeiras durante o dia, ou pesadelos, mas preciso tanto de dormir que ando a cair de sono. Mas, não trocava as minhas noites pelas de ninguém, só queria que ela dormisse.

19 comments:

Noite said...

Bolas, que noites! Eu tive muita sorte (ou o que seja), os meus filhos nunca me deram más noites.
O gOnçalo teve uma fase em que bebia um biberão entre as 3 e as 4 (entre os 18 meses e os 4 nos, +-) e teve a fase dos xixis na cama, mas ainda assim não considero isso más noites. Nunca nenhum deles me passou uma noite inteira a acordar, a chorar ou assim...
Por outro lado, sei é o que são insónias... é igualmente mau, mas pelo menos tem remédio... ;)

Loira said...

Olá Sandra... Já tive algumas noites menos boas, mas por norma não são assim. O zézinho dorme cerca de 10 horas (ou mais) seguidas, por noite.
Parece-me q a tua Amorinha se habituou a adormecer com leitinho (digo eu). Com o Zézinho o q fiz foi, assim q me apercebi de q ele, durante a noite, só mamava para adormecer e não por ter fome (mamava nem 5 minutos e já estava a dormir outra vez), deixei de lhe dar o leitinho. Só lhe dava mm se percebesse q tinha fome (é normal de vez em qd termos fome de noite)... de resto, qd ele acordava, tentava acalmá-lo de outra forma: com colinho, palmadinhas no rabo, etc, ou pedia ao pai para lá ir. Qd ele começou a gostar de chucha, tornou-se mto mais fácil ;)! Mas fiz td isto qd ele tinha uns 3 ou 4 meses e, especialmente, pq não queria q ele estivesse tão dependente de mim. Neste momento, sei q fiz bem... tenho de dormir fora algumas vezes e o Zézinho assim csg ficar perfeitamente em casa com o pai e eu fico descansada pq sei q ele, pode sentir a minha falta, mas q qq pessoa pode fazer-lhe aquilo q eu faço ;)!
bj* e desculpa o testamento.

Sandra said...

Posso dizer que as noites lá de casa não são muito diferentes, mas melhoraram um pouquinho nos últimos tempos. O pequenino também ainda dorme no nosso quarto e a cama dele também tem rodas. :D

São amorosas as palavras que vocês trocam antes de adormecer!

Beijinhos

Paula said...

E ainda eu me queixo que a minha dá más noites, não chega nem de perto nem de longe à tua Amorinha.

A minha também não é muito fã de dormir a noite toda seguida, mas já não bebe leite durante a noite , normalmente bebe quando eu me vou deitar e ela já dorme há pelo menos 2 horas, mas dependendo do que jantou nem sempre o quer. Acorda choraminga e tal como tu (já me ri quando li) também eu puxo a caminha (que tem rodas lol) para ao pé da minha e meto a mão pelas grades que ela agarra com a sua mãozita e assim adormece.
Beijinhos

Sorrisos da minha Alma said...

Este teu post fez me lembrar um post meu da semana passada :-)

Filhos é isto mesmo, crescer-mos com as coisas boas e menos boas que eles nos dão.
Beijos

Nina said...

Ups! Já não te leio desde "uma página em branco"!
Ainda não é desta...virei ler-te, mais tarde. com calma:)
Muitos beijinhos

Sonhamos Contigo said...

Apesar de ela nao te deixar dormir, o vosso ritual antes de deitar e lindo!!!!
:D

Jinhos para tds

Miduxe said...

Tirava so algumas e juntava outras.. mas na quase totalidade é o que se passa cá em casa...
já pensaste em colocar a amorinha no quarto com o mano, talvez se o "sentir" acorde menos...
beijos

Leonor said...

Aqui começaram agora as noites más...estou a ver se controlo mas... realmente estava a ser bom demais.

Ana said...

Com eu es boa mae!!!
A tua paciencia e amor pelos teus filhos eh sublime.Admiro-te muito.
Ha uma coisa que me faz confusao, no teu dia a dia inclusive no trabalho qual e a lingua que falas?
Ingles, mandarim, cantonese ou outra lingua?

Anna72 said...

Deve ser complicado não conseguir dormir mas acredito que os miminhos da amorinha acabem por compensar todo o cansaço acumulado.

Beijocas

_+*A Elite in Paris*+_ said...

Que lindo testemunho o teu, fico logo enternecida, mesmo que denotes cansaço (claro, se nao podes dormir em pleno é normal)... mas tao carinhoso chamares a tua menina de Amorinha :)

E apesar disso tudo, tens tempo para ti? :)

Beijoes!

Bia said...

Admiro a tua paciência com os teu filhotes. Vamos torcer para que mude, também a Amorinha já esta a ficar maiozinha e as noites vão melhorar. Bjinhos fofos.

Anonymous said...

Pelos nossos filhos tudo vale a pena não é? Mesmo sem dormir somos felizes!
Beijinhos e bom descanso

Sonhadora

Sandra said...

O que relatas foi o que passei com a Bruna... bem, nem é bom lembrar!
Foi de tal meneira dificil que só tive outro filho passado 6 anos!

Mas sabes, descobri que afinal não era necessario esperar tanto tempo!

A Ema em 2 anos e meio... deu-me uma ou duas noites mal dormidas... as restantes foram MARAVILHOSAS!

Espero que essa fase passe, pois eu sei como é dificil!

Bjocas
Sandra Brema

Bárbara - Sol e Lua said...

e se nos juntassemos e assim estavamos as 2 zombies!!!que desgraça.....mas gostei de te ler. que tal no biberon uma colher de papa nutriben para biberon, é de 4 meses mas não fica o leite muito doce e ajuda ou então cerelac....ajuda-os a encher e assim pode ser que aguente mais...o kiko aguantava.

tenho que ir amanhã escrevo mais, quero comentar

bjicosssssssssss

Musa said...

O teu blog continua a ser uma delícia!
Já tinha saudades...

Beijinhos,
Musa

PS: se me quiseres escrever, eabrantes.api@gmail.com

Carla O. said...

Pois é Sandrinha, acredita que te entendo :)
O Pedro, dos 7,5 meses até cerca dos 2 anos e meio acordava todas as noites e assim ficava entre as 4 e as 6 da manhã...Logo a seguir foi a vez da Inês, mas com levantar de 15m em 15m ou de 30 em 30 m, durante 1 ou duas horas...
Mas agora, finalmente, dormem bem os dois (figas) por isso amiga ... Não percas a esperança, que a coisa irá ao sítio! Só precisas de ter um pouco mais de paciência :)
Espero que a tua cunhada já esteja completamente bem e... dá (envia...) um beijo grande nesse sobrinho lindo, que bem merece :)~
Beijo grande

Jane & Cia said...

Temos noites tão parecidas....