Thursday, September 25, 2008

S.MIGUEL V: FURNAS E DESPEDIDA

S.MIGUEL V: FURNAS
Durante a nossa visita, a amiga açoreana estava de férias, mas o marido não tinha a mesma sorte e enquanto nós passeávamos ele ia trabalhar e só o encontrávamos à noite.
Domingo, foi o único dia em que ele não trabalhava e preparou-se tudo para fazer o famoso cozido das furnas.

No fundo de uma panela enorme colocou-se carne de vaca com gordura, a seguir entremeada, tudo em pedaços grandes, temperados com sal. Por cima frango com pele e chouriço (acho que lhe chamam linguiça e era caseira, feita pelo cunhado da nossa amiga, uma delícia). Acrescentou-se bastante repolho cortado em quartos, cenouras, descascadas mas inteiras, batatas-doces descascadas e em pedaços grandes e batatas descascadas também inteiras (de tamanho médio). Seguiu-se o chouriço mouro enrolado em couve, para não rebentar.

Tapou-se e atou-se a panela e foi colocada no carro que a viagem ainda era grande.
Há quem embrulhe a panela num lençol, mas a nossa não foi embrulhada.
Chegados às furnas, um local lindo e misterioso com todo aquele vapor de água a sair do chão. É um local que me assusta um pouco pois parece-me que devia estar melhor protegido uma vez que tem imensos buracos no chão, bem grandes, com água a ferver. Talvez um pouco perigoso, ou talvez seja porque eu tenho crianças pequenas…

Dirigimo-nos ao local dos cozidos onde os buracos no chão já estão feitos e onde está um funcionário da Junta de Freguesia das Furnas que ajuda a tapar o buraco onde fica a panela do cozido e entrega uma placa com o número do “buraco” do cozido.
Depois ficou a cozer com o calor do vulcão durante 7 a 8 horas e nós fomos passear.


Foi neste dia que tivemos direito ao dia em que as quatro estações mais se representaram num único dia. Quando fomos ao Miradouro no cimo da montanha para ver a Lagoa das Furna estava a chover e estava frio..

Descemos para as Caldeiras e fomos comer milho cozido na água das caldeiras e que sabe a enxofre. Há quem tenha adorado como a minha mana e quem tenha detestado como eu, a enjoadinha de serviço ;) e, enquanto eles se deliciavam com o milho eu deliciava-me com umas queijadas de mel, muito boas e muito doces (ai, a linha!) e com uns bolos lêvedos quentinhos, uma delícia!!!!

Depois fomos provar as águas gasosas naturais e eu detestei todas, assim como a minha mana. O meu boneco ainda provou a primeira, mas já não provou mais nenhuma, a amorinha fez logo cara feia ao copo ;)

Adorei as casas construídas com pedras vulcânicas e o Parque Terra Nostra, um jardim enorme e lindo, com uma piscina de água quente cor de enxofre, onde os miúdos e alguns graúdos (excepção para mim e para a minha mana) deram um belo mergulho depois do passeio.


Hora de ir buscar o cozido e “rumar” a casa, ao nosso “hotel” como dizia o meu boneco, onde nos deliciámos com o cozido das furnas, um cozido realmente diferente de tudo o que tinha comido, muito saboroso, com um leve travo a enxofre, mas delicioso e só não comi mais porque não consegui…

S.MIGUEL VI: A DESPEDIDA

E o dia da partida chegou demasiado rápido e a filha da nossa amiga dizia que não queria que fôssemos embora, tinha gostado da companhia, apesar de não ter tempo de ir à praia pois todos os dias andávamos a passear de um lado para o outro.

Ainda fui ao Modelo comprar uns bolinhos secos tipo Biscoitos de Sintra e biscoitos de cerveja para trazer para os colegas de trabalho e fui novamente ao Rei dos queijos comprar queijo de S.Jorge, uma delícia, queijo de S.Miguel, também bom mas com um gosto muito acentuado para mim e o meu favorito, queijo do Pico. Comprei ainda queijadas da Graciosa, as minhas preferidas, queijadas da avó, também uma maravilha e queijadas de Vila Franca do Campo, essas as que menos me convenceram…

E a hora de regressar chegou e com direito a despedida em lágrimas de quem nos recebeu tão bem e que mais dia menos dia nos vai aturar novamente pois o bichinho S.Miguel picou-nos e vamos querer voltar mais vezes.

Aliás, o meu boneco até já perguntou me nas próximas férias vamos a S.Miguel novamente…

7 comments:

kuka said...

Há por aí problemas com o leite. Espero que nada com vocês.

Anonymous said...

Fico feliz por terem gostado tanto...e é tão bom ter amigos assim...que ao fim de 5 dias se despedem de nós com uma lágrima no canto do olho....
Beijos grandes.
Susana Ramos

Anabela e Lara said...

:)
deve ter sido lindo!!!

sorrisos da minha alma said...

Adoças-me a cada post teu sobre os Açores a vontade de lá ir conhecer as belezas dessa ilha.
Bjs para vós

_+*A Elite in Paris*+_ said...

Sempre fiquei curiosa com furnas! :)

Beijo meu ♥,

A Elite

cilinha said...

ola ja tenho ouvido falar muito no cozido das furnas deve de ser muito bom , e assim acabaram as ferias ,maravilhosas por aquilo que contas ,é bom ter amigos assim ... olha passa por o meu blog tem la um desafio para ti ,ok
beijinhos

AB said...

Ah... afinal também provaste o cozido! Eu não te dizia que era especial?! Um verdadeiro manjar dos Deuses.