Thursday, February 12, 2009

ADORMECER



Todos os dias, o ritual do adormecer inclui o “coça-coça”. O papá faz festinhas nas costas do filho e eu faço nas costas da filha. Antes da filha nascer, eu fazia ao filho e não tinha paciência porque ele se mexia muito, tinha sempre coisas para contar, estava sempre a ajeitar-se na cama e nunca mais adormecia. Quase todas as noites ralhava com ele para estar quieto e dormir que eu tinha coisas para fazer. Não o deixava contar o que queria contar e ele acabava muitas vezes por chorar porque eu ralhava com ele.

Com a amorinha é igual, embora se mexa menos que o mano, também se ajeita e tem coisas para contar. Antes eu ralhava com ela, mas ela é mais sensível que o mano e bastava eu dizer o nome dela de modo mais duro que o normal que começava logo a chorar, com lágrimas a escorrer pela face a dizer “tu zangaste comigo” e eu comecei a pensar, realmente porquê zangar com eles por algo tão insignificante? Porque não ficar mais um pouco com eles? Porque este tempo é especial, é de mimo e é tão nosso. E eles crescem tão, tão rápido que o melhor é aproveitar, porque um dia vão dizer que não preciso ficar e nesse dia vou ficar triste.
A roupa para preparar para o próximo dia, o pequeno-almoço do dia seguinte, a cozinha, a mochila da escola, pode esperar, pode ser preparado, arranjado, arrumado mais tarde porque aquele mimo enche-me de felicidade, dá-me paz e tranquilidade e enche-me o coração. E, depois deles adormecerem, ainda fico uns minutos a fazer-lhes festinhas e a mimá-los. E sabe-me tão bem.
E, porque os amo acima de tudo, para eles tenho “todo o tempo do mundo!”

12 comments:

Tita said...

O nosso mimo cá em casa é enfiarmo-nos na cama de Duda e dar-mos beijinhos até mais não, desde pequenina que o temos como ritual.
Qualquer dia vai chegar a hora de não me deixar enfiar lá no quentinho e mandar-me embora hehehe
Eles crescem tão depressa!

Bjs

Cindy said...

Realmente chateamos-nos por coisas insignificantes e nada melhor que aproveitar!
Um beijo bom!

AB said...

A minha filha também tinha um ritual muito engraçado mas um tanto doloroso, penso eu. Deitava-se de bruços de chegava-se bem para cima até bater na cabeceira da cama. Depois ia dando cabeçadas até adormecer. Quando era na sua caminha, esta chegava a sair do lugar com a força das cabeçadas. Se vinha para o meio de nós, por vezes eu ou o pai colocavamos a nossa mão a fazer de intermédio entre a sua cabeça e a cama mas esta logo que sentia a mão retirava-a. E assim era até adormecer. São rituais...

laida said...

São lindos os filhos!!! :)
Beijinhos

ameixa seca said...

Eu espero um dia "perder" tempo tão bom com os meus futuros filhotes he he

Ana Santos said...

Isso mesmo.
Por vezes deito os meus tesourinhos na minha cama para adormecerem e faço-lhes festinhas na cabeça, depois é que os levo para a sua caminha.
Beijinhos,
ana e seus tesourinhos

cilinha said...

É mesmo para que chatear,com pequenas coisas ,se o melhor é disfrutar destas pequenas coisas ,que nos fazem tao felizes... e o tempo passa tao rapido...os filhos crescem tao depressa....

bjs

AB said...

Passei para te deixar um beijinho e desejar uma boa semana.

Miduxe said...

ai! a nossa paciência... os meus dormem depressa um porque está cansado o outro enquanto,isto nos dias bons; mas quando começama falar/rir um com o outro, e quando o pequeno não tem sono porque a sesta durou demais é uma festa para a qual não tenho paciência nenhuma...ai!ai!
bjs

Ana Guida said...

pois, como te compreendo...também me sinto muitas vzs assim!

Dantes adormecia sempre com meu piolho na minha camamas há uns dias convenci-o k ja nao e bebe e tem de dormir sozinho na caminha dele. fico ao pe dele e ele la adormece...antes assim ;)

bjs*

Helena said...

eu às vezes também os apresso para dormir e depois tenho pena...
beijocas

Sofia,Pedro e Joana said...

Olá querida mamã, sem dúvida, os momentos mais importantes são aqueles que passamos com os nossos filhos :-)Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana