Thursday, March 29, 2007

As nossas manhãs

Mais um post longo para eu mais tarde recordar, afinal o blog é para isso mesmo, não é?

De manhã ela costuma acordar primeiro, levanta-se e é agarrada à grade da cama que me chama: “Mã! Mamã!” e eu levanto-me para a tirar da cama enquanto o papá vai preparar o leitinho e eu lhe mudo a fralda “Pfuuu!”

Bebe o leitinho. Mal acaba diz “Uz! Uz!” para que eu abra as cortinas e deixe que a luz da manhã inunde o quarto. Ainda a abrir a cortina ela grita “Pooh” para que desligue a luz de presença que consiste num candeeiro do Pooh. Logo de seguida grita “Ússinho!!!” e eu desligo a luz do urso do intercomunicador da Chicco. É sempre assim, não porque eu o faça sempre assim, mas porque ela GRITA sempre assim e eu faço tudo para a calar que ela está cheia de energia e eu estou a dormir...

Dispo-lhe as calças do pijama e ela começa a gritar “Mêiá!”, adora meias...
Visto-lhe as calças e ela continua a gritar “Mêiá!”, pelo que lhe calço as meias.
De seguida novo grito: “Papátu! Papátu!” e eu calço-lhe os sapatos. Está pronta da cintura para baixo, sem grande alarido.

Sento-a e tiro o body ou a camisola do pijama (ou os dois) e ela não reclama, às vezes comenta “riscas” quando o body é às riscas. Depois de estar despida começa a gritar “Upa! Upa!”, quer ir para o chão e como não deixo por estar despida começa a choramingar mas num tom relativamente elevado.

Enfio a cabeça na t-shirt e peço a mão esquerda, a mão direita. Se estiver bem disposta repete “mão quêda, mão dieita” senão continua a escorregar pela minha cama abaixo enquanto lhe enfio a mão esquerda e depois a direita (ou ao contrário) e penso que bom que agora está calor e não há mais nada para vestir.

Depois vamos até ao quarto do mano. Ele está na cama, muitas vezes a dormir. A mana entra com grande estardalhaço e vai até junto à cama dele, olha-me, sorri e diz “mano, sonho (sono)”. Um amor.
O mano abre os olhos e espreguiça-se. Vou com ele à casa de banho, ele volta para o quarto e eu vou preparar o leitinho. Ela fica no quarto dele a brincar com a “keleta”(bicicleta).

O mano bebe o leitinho enquanto eu me despacho e a mana anda atrás de mim. Lavo-lhe a cara e ela vai limpar na toalha dela. Depois pega no “pentheia” e tenta pentear-se mesmo que já lhe tenha posto os ganchos que têm de ser sempre os do “Pooh”.
Entretanto ainda me pede os “bóios” (combóios do Thomas que ela adora) e se lhe digo para ir lá fora (entenda-se à sala) procurá-los vai-me buscar pela mão.

Volto ao quarto do mano para vesti-lo e mesmo sendo uniforme ele resmunga sempre que no dia da ginástica queria o outro e vice versa....
Ela continua atrás de mim, ora no pequeno triciclo ora a pé, sempre a falar alguma coisa ou a cantar “tai xai quá, mh xiu xam, ai, ai, ai, man mámá, tim shuna” (uma música chinesa que aprendeu na creche e que o mano também adorava).

Mano vestido, lavar cara, dentes e pentear. Enquanto lavo os dentes ao mano ela pendura-se nas minhas pernas e vai gritando “cóuo!cóuinho!” e aumentando de tom porque lhe digo que lhe pego ao colo assim que acabar de despachar o mano.

Pego-lhe ao colo e dou-lhe a escova de dentes, inclina-se para cima do lavatório, quer pasta de dentes dos “Kás” (Cars, o filme dos Carros). Ponho-lhe só um niquinho e ela agarra na escova e leva à boca, faz cara feia e diz “blhák!”. Dá-me a escova e tento lavar-lhe os dentes pois ela vai mordendo a escova ou então fecha a boca e começa a escorregar por mim abaixo até que a coloco no chão.

Na sala ponho repelente dos mosquitos ao mano e ela vai-se por ao lado dele e lavanta as saias ou as calças para que também lhe ponha. Tem de ser nas pernas dela, não pode ser nas calças que ela refila!

Vai buscar-me os “Papátus” e se lhe digo que ainda não tenho “mêiá” ela procura-as. A seguir corre para o tapete de ABC dela que está na sala para pousar os “bóios” (4) ou o “cáio” (carro) e começa a gritar “Zazáco!” e se a tento convencer que não é preciso grita ainda mais alto. Visto-lhe um blusão de ganga e ela vai para a porta e começa a dizer “anha, vamos, bóia” (anda, vamos, bora – uma cópia do que eu costumo dizer).

O papá, que costuma preparar os leitinhos e a marmita com o almoço do boneco, também já está pronto e o mano abre a porta. Saem os dois para o corredor a gritar “Aaaaahhhhh”
O mano chama o elevador, ela vem buscar-me pela mão que eu costumo ser sempre a última a sair para fechar a porta e por vezes volto atrás para ir buscar algo que me esqueci, a “finha” (fraldinha – de pano) dela para dormir a sesta, por exemplo.

Chegados ao rés do chão o mano sai a correr do elevador com a mana atrás, mas esta perde-se a olhar para as pessoas que estiverem no hall. Saímos para a garagem e ela pede-me “cóuo”. Agarro nela, muitas vezes nem sei como pois tenho a minha mala, a mochila dela e as minhas coisas para a ginástica. Às vezes a meio caminho (uns 10 metros?) pede-me “upa” para ir para o chão e diz-me “aquíííí” para ir pelo mesmo caminho que ela.

Chegados ao carro pego nela para a sentar na cadeira e ela diz “tuca”. Peço-lhe as mãos para enfiar no cinto da cadeira e ela diz “põe mão, ôta” ou então “um, dôx, já stá”.
Enquanto me sento grita “Zica” (música) e ponho o CD das Músicas da Carochinha, volume 2 e ela vai cantando as músicas. Tem de ser aquele CD e ela já sabe a sequência das músicas e algumas canta parte delas a plenos pulmões, como a “MÁIA! .....MÁIA! ....MÁIA!” (Abelha Maia) ou o “Kiku, kiku” (Música da Heidi?) e também o “Aia, aia, i-ó, olá, rrr, rrr, glu, glu, ú-ú” (Fui visitar minha tia a Marrocos?)
O mano por vezes reclama que ela faz muito barulho (e é verdade).

Pelo meio da cantoria ainda vai dizendo “’É bi” (É bonito), “fô” (flor), “áble” (árvore), “É bi, cáuo” (É bonito, o carro), “É piu piu”, “Mano, “não há”(quando acaba cada umas das músicas do CD) e muito mais num não acabar de coisas para dizer. E ri e bate palmas gritando “hou yé” (mesmo à chinesa!).

Deixamos o mano na escola. Se não estivermos atrasados entro com ela e ela brinca no “piu, piu”, no “pátú” e no “pôco” (uns bonecos para sentar em cima que balançam).
Quando se ouve o apito o mano (e os outros) corre a formar fila por ordem alfabética, cada turma junto do seu professor, Vou com a mana dar um beijinho ao mano e ela diz “bye, bye, mano! Té logo!”.

Voltamos ao carro, sento-a e ela vai perguntando: “mano?” e eu digo-lhe que o mano fica na escola e que agora ela vai para a creche. Continua a cantar a plenos pulmões e se estiver calada é porque o sono a atacou e está meio zonza.

Chegados à creche ela já não canta, já não fala e não quer ir pelo próprio pé.
Levo-a ao colo e vou-lhe dando beijinhos.
A auxiliar chama-a pelo nome e ela corre para ela, volta-se para me olhar enquanto lhe digo adeus. Ela não reage e apenas me olha, mas sei que fica bem. E eu vou trabalhar.

15 comments:

Marita said...

Uma manhã cansativa mas muito bem disposta e feliz :)
Consegui fazer o filme à medida que ia lendo os pormenores
Os teus filhos são lindos e amorosos :)

jinhos doces

mãe tataruga said...

Por ca temos coisas parecidas...
Pedidos aos gritos e para já! Fraldinha de pano e cd da carochinha:S
Beijinhos

Carla Isabel said...

Amiga
A tua menina é um verdadeiro furacão!!!!!!Mas sem duvida que é uma alegria v^-los assim!

Cá por casa as coisas são mais calminhas...por enquanto!

Bjs

Carla

vera said...

é uma rotina saudável e eles gostam da rotina!

adoei a parte dela ir contigo acordar o mano :)

jocas
vera e marianita

Bia said...

E que manhãs, as vossas!!
Coloquei fotos da Rafinha, não queres ir espreitar?
Jinhos fofos apertadinhos

carla & Nicole said...

Olá!
Que bela Rotina, ehehehhe!
E que felizes são.
é bom, muito bom!
A nini adora meias, mas dormir com elas nem pensar, eheheheh!
Bjs C&N

Patrícia said...

O Diogo também diz "uz" :))
Que manhãs essas ... uff

Beijinhos nossos

Mãe said...

Ena mas que manhãs animadas, muito parecidas com as minhas.

Bjs

Sorrisos da minha Alma said...
This comment has been removed by the author.
Sorrisos da minha Alma said...

Pelos vistos, temos todas manhãs assim... o dia a dia, e a rotina constroem a nossa vida desta forma...
Beijos para vós

Desculpa apaguei o de cima sem querer.
Tita

eu-sei-lá said...

Que tagarela lol
Pelo menos não dá para adormecer ao volante :)
Beijocas
Ruth+Diogo

Helena said...

Ufa, uma manhã com filhos mais parece um dia completo de trabalho.
beijoquitas

Mãe da Rita said...

Tem pilhas novas a miúda...lol!! O mano deve ter razão quanto ao barulho...E vocês? Têm direito a dizer qqer coisa?? Parece-me tudo muito animado !

A mamã said...

bOM FIQUEI CANSADA SÓ DE LER LOL .. mas adorei cada pormenor!!!
Muito eletrica a tua piolha!!!!
Beijinho doces
PAULA

sandra said...

Só hoje tive um tempinho para ler este post! Adorei cada palavra..imaginei tudinho! E olha que penso que é bom quando eles acordam assim bem dispostos!
E sabes que mais, estive o tempo todo com um sorriso na cara!

bjs
Sandra (Tiago e diogo)