Tuesday, January 13, 2009

CIGANA

Cresci numa fazenda, cheia de liberdade, uma liberdade que as crianças de hoje não conhecem. Corria pelos campos, trepava às arvores e desaparecia durante horas pelos pinhais das redondezas à procura de pinhões, de amoras ou simplesmente à aventura. Ninguém se preocupava por estar tanto tempo “à solta”. Eram outros tempos.
Recordo-me de um dia estar a brincar na carreta que havia na fazenda e pela estrada aparecer uma cigana, coisa normal, andavam pelos campos a pedir às pessoas para ler a sina para ganharem uns trocos.
Recordo-me que pediu à minha avó para lhe ler a sina, mas a minha avó não tinha dinheiro e nem queria que lhe lessem a sina e disse-lhe que não queria e ela respondeu à minha avó que “a sua menina um dia vai partir para muito, muito longe de si e vai morrer cedo”. Quando a minha avó ficou doente recordei várias vezes as palavras da cigana e a parte de ir para muito, muito longe realmente cumpriu-se, ou talvez tenha sido coincidência, não sei, mas espero que a segunda parte não se concretize tão cedo :)

Google Images

15 comments:

A mamã said...

bom eu talvez por ter veia cigana acredite nas coisas delas ...mas como só podem acertar uma ...tá descansada que já se cumpriu ehehe
mil bjokas daqui pra ai
paula

Anabela e Lara said...

nem penses nisso!!!

coincidencia!!!

Cindy said...

Essas leituras ciganas dão que pensar! Por vezes só se concretizam algumas das coisas que elas dizem!
Não penses nisso, é pior!

Um beijo bom!

Sandra said...

Sandra,

não penses nisso...

não sei se acredito nessas coisas de lerem a sina...

bj grande

Tataruga said...

Isso é que não dá jeito nenhum que se concretize..... e não vai concretizar
Beijinhos grandes e boa terça

ameixa seca said...

Olha eu sempre que vou a Lisboa aos pastéis de Belém, no jardim em frente, há sempre uma cigana pronta a ler-me a sina. Só caí a primeira vez e disseram-me que ia casar com um loiro e ter 3 filhos. Estou à espera que se concretize. A última queria e eu disse que não queria... rogou-me uma praga. Se calhar é por isso que estou sem emprego e encalhada :) É que eu não acredito nas bruxas mas elas andam por aí!

cilinha said...

Nao te ponhas a pensar nessas coisas que é pior ... ... e como ja disseram aqui só podem acertar uma ,por isso nao te preocupes ta!!!
bjs

Silvia said...

De certeza que não há-de realizar-se tão cedo! Nem penses nisso!

Antes que me esqueça, os meus blogs agora são privados, vou adicionar-te nos dois. Beijinhos!

Filipa said...

Eu acredito nessas coisa q.b., nã devemos deixar-nos levar por tudo. Talvez a 2ª parte tenha sido dita para que lhe pagassem para saber mais detalhes.
É impressionante como quase sempre têm que falar de desgraças.
Beijos.

Sofia,Pedro e Joana said...

Olá mamã, realmente espero que não se concretize...bate na madeira!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Mel said...

:0)
E o que é cedo?
90 anos??
Para mim seria uma boa idade!
lolol
não penses nisso!
bjs

Ana Guida said...

olha k ate me arrepiei... :S

bjs*

kuka said...

Se morreres de madrugada morres cedo.

AB said...

Não vale a pena pensar nisso!
O que tiver que ser será.

Carla O. said...

Poça! Eu tb espero que não!
Mas se pensarmos que apenas acertam em metade...
Beijocas