Monday, April 16, 2007

EM CONSTRUÇÃO

Página em construção, voltamos dentro de momentos. Pedimos desculpa pelo incómodo...
Bem, no caso deveria ser Macau em construção, numa expansão descontrolada e desmesurada, diria mesmo, de doidos, onde os casinos nascem por todo o lado, como se fossem ervas daninhas que ninguém consegue arrancar e que passam por cima de tudo e de todos.

Tenho a sensação que a cada dia surge um novo casino numa qualquer esquina e até os casinos antigos foram aperaltados para parecerem novos e transformam-se prédios inteiros através de pinturas e luzes de neon.

Já nem reclamo do barulho que as obras fazem porque esse (barulho), incómodo ou não, suportável ou insuportável, acaba por não nos afectar tanto a vida (embora às vezes nem sequer consiga ouvir o que estou a pensar e falar com outra pessoa exija caneta e papel porque nem aos berros conseguimos superar o volume da maquinaria, bate-estacas, berbequins, plainas, e afins).

Agora quando as obras afectam o trânsito e este afecta a vida de cada um (ou no caso, a minha vida, que os nossos problemas são nossos e por isso sempre piores que os dos outros!) aí eu fico uma fera, aliás, uma fera encurralada que não tem sequer hipótese de andar às voltas porque não há espaço.

Macau deve ser o único lugar no mundo onde, para se fazer umas pequenas obras, se fecha quase completamente a rua (quando não se fecha mesmo!) sem se importar se isso afecta ou não a população. E, apesar de ser o sítio onde eu acredito que o ritmo de construção seja dos mais rápidos do mundo, em termos de estradas isso diminui drasticamente (e aqui ocorre-me perguntar, será por ser o governo?).

Numa obra de embelezamento (acho eu porque ainda não percebi o que estão a fazer!) no centro da rotunda conjugadas com a colocação de cabos de electricidade na circular exterior da rotunda transformam 3 faixas, numa, uma com todas as complicações no trânsito que se adivinham e mais algumas e se acrescentarmos um acidente (hoje não tinha...) então temos a cereja no topo do bolo!

Esta rotunda faz parte da minha rotina diária, e não tenho modo de “escapar” dado ser a única saída da escola do boneco, saída para uma estrada de 3 faixas, mais a faixa interna de saída, o que faz com que possamos contar 4 faixas mas que devido às obras de colocação de cabos eléctricos transformam-se numa, sim numa faixa de rodagem!!!

Resumindo, para percorrer uns míseros metros demorei mais de 10 minutos, perdida entre os muitos camiões das obras que têm de passar primeiro e, porque eles até são um bocadinho mais fortes (só um bocadinho...), passam mesmo.

A história volta a repetir-se noutro local da cidade onde a entrada e saída de camiões da obra, obra que já transformou uma circular exterior com duas faixas de rodagem teoricamente rápidas e para descongestionar o trânsito do centro da cidade numa faixa um pouco mal sinalizada, se faz sem a presença (eu presumo que devia ser obrigatória, se é que não o é mesmo) da polícia, o que além de provocar mais problemas de trânsito é bastante perigoso e as consequências mais uma vez seriam para os pequenos automóveis pois os camiões não devem sofrer muito num embate destes.

E eu que queria escrever tanta coisa aqui hoje, mas mais de meia hora no trânsito, que transformou um percurso de meia hora em mais de uma hora (sei que estou muito mal habituada, mas por onde ando não costuma haver trânsito nenhum!) deixou-me de tal modo irritada e fez-me chegar atrasada quase 15 minutos e a parte pior é saber que a situação se volta a repetir amanhã e depois sexta-feira fico no trabalho a compensar tanto atraso!!!

11 comments:

Noite said...

Também estou tão fartinha... não há paciência. Toda a cidade está em obras. Durante estes anos fizeram isto crescer abruptamente e à maluca e agora lembraram-se que os cabos da CEM daqui a nada não aguentam tamanha expansão, toca a trocar tudo. Depois destes, quando os buracos estiverem tapados, hão de vir as águas e os esgotos, um de cada vez, que o que conta aqui não é o transtorno causado, mas o que se ganha ou dá a ganhar em cada uma destas operações.
(É hoje que levo uma carga de pancada pela língua afiada :PPP )
Bjos.

Piquinota said...

Conheço bem essa sensação!!! A Póvoa está em obras, é caótico!:((


Jinhos

Mãe Mimocas said...

Então boas obras ;)

Florzinha said...

ola

obrigada pelo comentario! é bom saber k nao estou a ser egoista!
boas obras...
boa semana! fica bem! tudo de bom para ti e familia! bjs

Bia said...

Vou privatizar conforme já tinha dito anteriormente.
Se ainda não me envias-te o mail podes fazê-lo, (julianascimento52@hotmail.com)
Desejo-te uma boa semana.
Jinhos fofos apertadinhos

A mamã said...

Oh linda tem paciencia ...não começas nada bem a semana
Beijinhos e xi-coração aos bonecos
PAULA

Tânia said...

Confesso que tb fico possessa com mudanças desse tipo...
Bjs

Cláudia said...

Uiui...Macau ja parece uma cidade que eu conheço....começa por L, acaba e a e no meio tem isbo.
:)
Beijinho

Sorrisos da minha Alma said...

Vais ver que nem vão demorar muito tempo. Paciencia amiga.
Beijocas

kriz said...

como te compreendo!! se há coisa que me irrita é trânsito, então aquele que é provocado por obras ainda mexe mais com o sistema nervoso!
na minha cidade agora andam as ruas e estradas todas esburacadas por causa de um tal metro de superficie que a meu ver não tem qualquer utilidade. um percurso que dantes demorava 10 minutos a fazer agora demoro o dobro! ;)

bjs***

sandra said...

Olá...olha, sabes uma coisa? Fiquei de tal forma confusa com a descrição da rotunda que nem sei o que te diga. Tenho pena de ti, prontos!
e beijocas boas.
:)
Sandra