Friday, April 20, 2007

ETAPAS DA VIDA

Todos os dias há portas que se fecham, portas que se abrem, janelas que deixam entrar uma nova luz que nos guia e mostra o caminho a seguir; uma luz que por vezes é ténue, outras mais forte, uma luz diferente que nos leva a um caminho também ele diferente do que tínhamos imaginado, traçado, planeado ao longo de uma vida já preenchida.

Há etapas que se encerram, capítulos de uma vida, parte de um livro de memórias só nossas, que por vezes folheamos com nostalgia, algumas nunca partilhadas, nunca contadas, porque os tempos são outros, mas fomos educados de um determinado modo e há tantas coisas que não se dizem, que são tabu.

Há novas etapas, nunca antes sonhadas e até odiadas que começam, porque a vida assim o determina, assim o decide, porque alguém decide por nós, porque voltámos a ser dependentes de alguém tal como o fomos na infância, porque as nossas asas já não têm força e já não nos permitem voar sem ajuda; uma ajuda que não é a mesma da infância, mas que é uma ajuda e que pode ser bem ou mal recebida, vinda do coração ou por obrigação, sentimentos de dever, ou de amor.

Há passos que nunca imaginámos que um dia seriam os nossos, palavras que nunca imaginamos proferir, palavras que saem da nossa boca e que nos dão a sensação de alguém as ter posto lá, porque não fazem parte do nosso vocabulário, do nosso dicionário.
Há palavras que nos descansam ou nos atormentam, há palavras que fazem acreditar e sonhar e há outras que têm o dom de ferir e magoar. E há palavras que proferimos para que os outros acreditem que estamos bem, para os descansar... Palavras proferidas com alegria e com o reforço de que é verdade, de que gostamos mesmo, mas que quem nos conhece bem lê que o coração está magoado e que o gesto possível não foi assim tão bem escolhido e que talvez aquele passo tenha sido mal dado...

Porque há coisas que a vida nos ensina, há idades em que já não queremos saber e em que desistimos um pouco da vida a não ser que se encontre uma razão para continuar a (sobre)viver; porque sentimos a dor da rejeição, da traição de alguém que se ama para além da vida...; porque há quem tenha “as mãos” atadas, porque há distâncias que não permitem outra solução...

Porque há tantas dúvidas também de quem apoiou a sugestão, de quem a transmitiu e a pintou com cores lindas, com todas as cores do arco íris, mas que no fundo sabe que está a magoar alguém que também ama, mas que também não sabe como ajudar.

E, do outro lado de uma linha, de uma ligação que aproxima, que encurta distâncias a voz treme e o coração vacila...

17 comments:

Noite said...

Seja o que for que de dói, espero que se resolva depressa.
Um beijinho grande e se se precisares de um ombro, o meu está aqui livre... :*

teresa said...

Amiga linda!
Há tanto tempo que não vinha aqui... Deparo-me com este post... Etapas... Também tu amiga...
Eu tenho aquela opinião que qualquer etapa nos faz crescer. Mas se for dolorosa não precisa ser longa...
Tudo de bom para voçês e bom fim de semana!
Beijos com saudades...
Teresa

Piquinota said...

Uma etapa é um degrau... mas subi-lo nem sempre é fácil, há dúvidas, há incertezas, há medos... Mas é o que nos faz andar para a frente e crescer!

Espero que tudo se resolva pelo melhor!

Jinhos

Anna72 said...

Não é preciso saber o que se passa em concreto para perceber que é algo que te magoa.

Espero que tudo se resolva da melhor forma.

Beijocas

Sorrisos da minha Alma said...

A vida ensinanos a caminhar e a escolher os melhores caminhos. Tenho a certeza que tu vais conseguir.
Beijo grande

Ana Maria said...

Olà amiga.
Olha tens q ter calma e passar cada etapa da tua vida com calma e por mais q te magou.

Espero q tudo se resolva pelo melhor.

Mts beijokas e bom fim de semana:)

Patricia said...

hello i just came across your blog. im sorry if im writing in english but my portuguese isnt 100%. i can read it but write it i make many errors. if im correct are you living in Macau? im in australia.....
your last post, its just a hurdle you have to cross in your path to go forwards...
take care patricia

Marita said...

A vida dá-nos grandes desafios, e é verdade que chega a uma certa altura e sentimos as nossas asas presas, tal como eramos crianças e dependentes dos nossos pais.
Espero que o que estejas a passar, seja lá o que for, que não seja nada grave e que consigas ultrapassar essa etapa sem problemas.

um beijinho doce

Sandra said...

Percebo que falas da tua avó, não é verdade?...

Lamento tanto...E espero que surja alguma solução que lhe traga algum conforto ao coração e lhe traga algum alento também.

Para ti um grande beijinho.

Sandra

O Príncipe Duarte said...

A vida é um livro em aberto... todos os dias uma página nova, e amnha uma página em branco... que vai ser preenchida com bons e maus momentos.

Cabe-nos a nós apreciar os bons e aprender com os maus...

bjs

alice+duarte

http://titicad.blogs.sapo.pt/

docinho said...

Não sei porque estás assim... mas sei que os momentos maus nos ajudamn a crescer... a ser mais fortes!
Para ti... um beijo doce daqui... com carinho

Ana said...

Nao sei o que aconteceu contigo, mas sinto que foi algo que entrou bem fundo. Tambem tenho passado por tempestades, algumas bem fortes, ao ponto de querer desertar...mas nao posso, ja nao sou livre como era, agora tenho raizes que me obrigam a pensar muito antes de fazer alguma coisa.
Mas o bom de tudo isto eh que as tempestades nao duram sempre, e logo chega o sol e volta a ser tudo como dantes.
Um abraco muito apertadinho para ti.

Mamã P. said...

Percebo que estás a sofrer, só desejo que tudo se resolva depressa, que esta etapa passe e que a vida te volte a sorrir! Um grande beijinho!

Tânia said...

Como é verdade o que escreves, querida... Espero é que esta etapa seja ultrapassada com serenidade...
Bjs enormes
Desculpa a ausência, tenho andado sem tempo...

Ana Santos said...

Não sei o que se passa contigo, mas estás a passar por uma etapa da tua vida em que estás precizando de muita ajuda.
Espero que se resolva da melhor forma e mais rápida.
às vezes até podemos ter alguém por perto e haver uma grande distância, e quem muito longe está consegue estar bem mais perto.
Penso perceber que algo vai mal no teu caamento, posso estar errada mas é o que consigo interpretar, e desejo que apareçe uma solução.
É nesses momentos duros da vida que vamos buscar força nos nossos tesourinhos preciosos, e tu tal como eu, tens 2 tesourinhos. Agarra-te bem a eles para teres forças e lutares pelo que achares mais correcto.
Beijinhos
ana e seus tesourinhos

~Su~ said...

Pois... há etapas que eram desnecessárias... sinto muito que estejas a sofrer e espero que essa dor passe... espero que seja possível!

Também eu estou prestes a começar uma nova etapa... e tenho tantas dúvidas :(

Um beijo grande!

Tânia e Diogo said...

Só para te deixar um beijo e que tudo se resolva pelo melhor! Beijos