Thursday, October 05, 2006

ELOGIOS

Ontem à tarde
No trabalho
Uma colega
Três anos mais nova que eu
Sem filhos
A pensar se os vai ter
Se é muito tarde
Se será capaz de cuidar deles
Na responsabilidade

Falo-lhe das coisas boas
Mas também das menos boas
Da realidade
Das doenças
Mas também da compensação
De como mudamos
Nos tornamos pessoas melhores
Mais paciente
Mais tolerante
Como a casa arrumada
Já não é tão importante
Como gosto de ver os brinquedos espalhados
E quando isso não acontece
É mau sinal
É porque estão doentes

Diz-me que está a estudar à noite
Depois de sair do trabalho
Falo-lhe do meu mestrado
Feito durante a gravidez
A tese escrita depois do meu filho nascer
Ela diz que não tem tempo
Respondo-lhe que nunca temos
Nunca há tempo
Temos sempre algo para fazer
Mas se decidimos ter um filho
Tudo muda
E há sempre tempo
Conseguimos continuar
A fazer tudo
De um modo diferente
Mas com esforço
Tudo se consegue

Diz-me que me admira
Que não sabe como consigo
Duas crianças
Sempre um sorriso
Que nunca estou cansada
Mesmo quando não durmo nada
Reforço o que tinha dito antes
Que mudamos muito
Nos tornamos pessoas melhores
E o amor deles
Dá-nos energias que não conhecíamos
Que não sabíamos possuir
E que um sorriso nos ilumina o dia
E até a mais escura das noites
Volta a dizer que me admira
E que vai pensar.

A amorinha ficou na creche
Fez beicinho ao meu colo
Abraçou-me
Mas ao chegar a auxiliar
Foi de livre vontade para o colo dela
Embora a chorar
Pediu :”bebé”
E a auxiliar foi-lhe mostrar os bebés
Custou um bocadinho menos
Porque mesmo tristinha
E a choramingar
Foi por iniciativa própria
Que saiu do meu colo
Para lá ficar.
Amanhã será melhor

23 comments:

Miduxe said...

Compreendo bem o que disseste à tua colega,pois na realidade antes de ser-mos mães colocamo-nos demasiadas questões...mas faz parte! Há que arriscar e viver a vida...
A amorinha já se vai habituando, linda!!!
bjs

Iola said...

Ser mãe é fantástico!!! Eu antes não tinha tempo de passar a roupa a ferro e agora tenho, eheheh!

A tua amorinha gosta da educadora, issó é muito bom!!

Bjinhos,

Grilinha said...

Ai...conheço tão bem essa sensação de coração apertado...quando deixo o meu pequenino.

Concordo com o que disseste à tua colega...mas quando a vontade de os ter é grande...os contras também não pesam assim tanto. Beijinhos

Mel said...

:0) Ainda bem que ela já se está a adaptar :0)
Bjs

Piquinota said...

:) Acredito que mudemos... mas que realmente é fantástico o modo como consegues levar a tua vida sempre bem disposta!:)

Ainda bem que a amorinha já se está a adaptar!:)

Jinhos

Sonia said...

:)))Espero que a tua amiga te dê ouvidos, disseste de facto todos os pontos que ambiciono ganhar com a minha filhota.

:) fico feliz pela tua amorinha se adaptar bem, pelo menos já custa menos.

beijinhos querida!

Nina said...

A Amorinha já está a adptar-se, querida! Que bom!
Estou tão ansiosa para ter o meu bebé comigo e poder ser essa mãe que vejo em ti!
Fico feliz e aliviada por dizeres que passamos a ter tempo para tudo...tinha receio de não conseguir, mas vou confiar nas tuas palavras e aprender a ser a mãe que tu és!
Gosto muito de ti, minha querida!
Tem um óptimo dia!

Cláudia said...

Ainda bem que a tua filhota já se está a habituar.
Eu também acho que ser mamã deve ser muito compensador :)
Beijinho

Sonhamos Contigo said...

Pois é amiga.. penso exactamente cm tu, embora o meu ainda seja um feto pequenino... mas é por pensar cm tu, k tenho lutado para ter filhos...

Es sim, uma grande mulher, uma optima mae... e isso reflecte-se nas tuas palavras... um amor maior, que so conhecemos, qd somos mamas...

Jinhos linda... nos nao temos direito a feriado, ne?
:(

mãe tataruga said...

A maternidade torna-nos melhores e dá-nos mais tempo para tudo...isso é uma grande verdade!!!
Beijinhos

Bem Me Queres said...

Acredito que ser mãe é coisa mais fantástica do mundo. Por isso lutei tanto para o conseguir.
Beijinhos doces
Cláudia

Scarlett said...

Querida Sandra, permite-me discordar de um frase: "a maternidade tornanos melhores".

Não teho filhos e nunca pensei muito no assunto. Prefiro pensar que me esforço por ser um bom ser humano e uma Mulher plena e satisfeita. Com ou sem filhos. A vida há-de de se encarregar disso.

Acredito que quando uma mulher se torna mãe se apercebe e vive sentimentos que nunca imaginava que pudesse vir a ter. Perdoem-me a ignorância no assunto todas aqueles que já são mamãs.

Isto tudo para dizer que se antes nunca pensei no assunto de há alguns tempos para cá isso mudou. A prova é a leitura diária que faço ao teu blog e a quantidade de vezes que me emociono com o que tu escreves.

Este foi mais um desses posts. Penso que já devias ser uma pessoa muito especial e os teus filhos tiveram o dom de te deixar transparecer e de mostar tudo o que a vida tem de bom.

Marta said...

Gostei tanto, tanto de ler este post, Sandra...
Conseguste por em palavras tanto do que eu penso tantas vezes!!
Obrigada por escreveres tão bem.

Beijinhos grandes.

calamity jane said...

Permite-me concordar com uma frase: " a maternidade torna-nos melhores". Mesmo q outras coisas também contribuam... ;-))
um bj grande

calamity jane said...

Ah!!! Isto, obviamente não quer dizer q ñ tenha concordado com o resto!

helena said...

é bem verdade.
beijocas

reborn said...

Nem todas as mulheres têm vocação para serem mães mas através da tua escrita, transmites a ideia de que tu nasceste para seres uma boa mãe e que o és com gosto e não por puro acidente ou por obrigação social :)
Beijos para ti e para os teus filhotes ************

Amélia said...

Sempre achei que quanto mais fazia, mais tempo tinha... hoje com o Benjamim, o tempo é escasso, mas se optasse, logo teria que me adaptar.
A verdade é que ocupar o tempo com um filho não é a mesma coisa que ocupá-lo com aulas de ténis. É um terreno mais amovível e por isso muita gente desiste de estudar ou de fazer outras coisas. Mas se há ajuda e quando se quer, não vale a pena ficar a pensar, é de se fazer logo. Porque para todas as coisas, o tempo não espera...

Estou a ver que a tua amorinha gosta mesmo de bebés. Aqui o Benjamim também - e fala baixo quando estão a dormir.... Loool
bejinhos
Amélia

Tânia by Cyprus said...

Dão trabalho, tiram-nos tempo,levam-nos ao limites mas também nos dão o melhor que eles têm, ELES MESMOS. Contudo, compreendo que cada pessoa tenha o seu tempo, eu tb tive o meu LOL! Beijosss

mixtu said...

vida feliz... e com bolhetes já para o natal... yayayay

besitos

Manela said...

A Amorinha está a ficar uma mulherzinha, para a semana já vai toda contente.
Bjs

Mamã P. said...

E que sábios conselhos que lhe deste. Porque a maternidade não tem apenas coisas boas mas é maravilhosa!!!

Ck in UK said...

MMmmm. Pois eu nao sou mae. Mas este teu texto convence qualquer uma.
Ainda bem que a pequenota se vai adaptando ao infantario.

Beijos